Uma casa para Cristóvão Colombo, em plena Nova York

Dia 12 de outubro é um feriado em boa parte da América Latina pois se comemora, dentre várias coisas, o dia em que Cristóvão Colombo desembarcou nas Américas. Em 1892, quando a viagem fez 400 anos, foi erguida uma estátua do descobridor em Nova York, onde hoje fica o Columbus Circle. Com o passar do tempo, o nome do lugar pegou, mas a estátua ficou esquecida, lá no topo do mastro, sem que muita gente fizesse ligação entre o homem e o endereço.

Por isso o artista japonês Tatzu Nishi resolveu fazer uma instalação no local a fim de que todo mundo se lembre da estátua. Ele é conhecido por suas várias obras em que coloca em evidência estátuas e monumentos. Para Colombo, ele criou uma sala de estar. Assim o descobridor pode descansar. E o mais interessante é que dá para subir até a tal sala para ver de perto a estátua e as ruas ao entorno de Columbus Circle. A instalação faz parte do projeto Public Art Fund e fica à mostra até o dia 18 de novembro de 2012. Imperdível!

As fotos são do artista visual Tom Lisboa, que está em Nova York nos enviando várias novidades através de seu Instagram.

Anúncios