Patricia Papp, autora da Pulp e do blog “Coisas de Mãe”, esteve no Encontro com Fátima Bernardes

Image

Nossa autora Patricia Papp, que escreveu o livro Crianças a Bordo, como Viajar com Seus Filhos sem Enlouquecer e mantém o blog Coisas de Mãe, esteve hoje no programa Encontro com Fátima Bernardes.

Patricia contou de suas viagens com os filhos para vários lugares exóticos. Como muitos pais têm medo de levar os filhos em viagens, Patricia sempre dá o exemplo, mostrando seus filhos em Dubai, Foz do Iguaçu, Sergipe ou Tailândia.

Para ver a entrevista, acesse o site do programa e busque o do dia 10 de julho.

Image

Para onde viajamos?

O Caderno de Turismo da Folha de SP veio cheio de informações interessantes hoje. A matéria principal era sobre segurança em viagens. Quem assiste ao programa Não Conte Lá Em Casa bem sabe que há vários lugares exóticos e perigosos planeta afora. Só que tem gente bem medrosa, que lê noticiários demais e fica com medo de sair de casa. Eu  já fui para a Líbia, Síria, Líbano, Iêmen, Nigéria, Mianmar, Egito e Tunísia… O importante é saber a hora de viajar para estes lugares.

Mas a grande maioria dos viajantes prefere os lugares mais “normais”. E, para ser sincero, eu também prefiro ir para Nova York ao invés de Kabul, Paris ao invés do Cairo. Os dados comprovam: das 20 cidades mais visitadas por brasileiros em 2011, nenhuma é fedida, perigosa ou pobre. Também, quem quer passar férias sofrendo? ;-)

Vejam as 10 mais visitadas:

1) Orlando | 2) Nova York | 3) Buenos Aires | 4) Miami | 5) Las Vegas | 6) Paris | 7) Santiago | 8) Los Angeles | 9) Londres | 10) Roma

Já os 10 países mais visitados são:

1) EUA | 2) Argentina | 3) França | 4) Portugal | 5) Itália | 6) Espanha | 7) Uruguai | 8) Chile | 9) Inglaterra | 10) Alemanha

E você? Para onde você gosta de viajar?

Nova York há 500 anos

Você já ouviu falar do Mannahatta Project? É um estudo realizado pelo Dr Eric Sanderson, onde a ilha de Manhattan e a região de Nova York foi recriada, como era há 500 anos. A curiosidade do cientista em saber como viviam os nativos e como era a vegetação e os animais na época da descoberta gerou fotos incríveis. Através do site The Welikia Project e do livro Mannahatta é possível saber o que havia no lugar da Times Square, quais os córregos e morros que existiam onde está o Central Park, etc. Bem interessante para os apaixonados pela Big Apple, afinal, éramos muito parecidos, há 500 anos! ;-)

Boas risadas em Londres

Você já ouvir falar do Udderbelly Festival? Pois trata-se de um grande festival de comédia, com shows de música, teatro burlesco, circo, mágica e espetáculos infantis que acontece em Londres durante 12 semanas a partir de 5 de abril. Se você está de passagem marcada pra lá, não deixe de conferir. Tudo acontece debaixo de uma enorme vaca inflável roxa (é isso mesmo), ao ar livre no Southbank Centre. Uma ótima pedida para se divertir no verão londrino. Para se ter uma ideia, no ano passado foram vendidos 350 mil ingressos. Aproveite para experimentar as deliciosas comidinhas servidas nas barracas e assistir a atração especial desta edição: o espetáculo de circo australiano Cantina.

A grande vaca roxa inflável

barraquinhas de comidas

Nessas horas, muita calma.

Amanhã cedo eu (Vicente) embarco em mais uma viagem. Dessa vez foi um convite da minha mãe, que faz aniversário no dia 24 e queria comemorar de uma maneira diferente. Ela convidou meu pai, meu irmão, alguns tios e eu para passarmos 1 semana dentro de um barco na Croácia. Claro que topei na hora pois 1) adoro viajar, 2) e quem recusa uma viagem “boca livre” e 3) aniversário da mãe é aniversário da mãe, né?

Acontece que há uma semana a Air France (sim, vou de Air France enquanto todo mundo vai de TAM, sou “do contra”) está com o pessoal da manutenção em greve e vários dos voos para o Brasil estão atrasando muito ou estão sendo cancelados. A apreensão de não chegar em Split a tempo de zarpar aumenta a cada hora. Entro no site da AF de hora em hora para ver como estão os horários dos voos. Bem, até agora parece que tá tudo bem. Pelo menos o avião que vai fazer o meu voo está programado para sair de Paris daqui a pouco.

Mas, como tudo nessa vida é complexo, os comissários da AF anunciaram que vão entrar em greve entre os dias 29 de julho e 1 de agosto. Adivinhem que dia eu volto? 31 de julho, bem no meio da greve. Daí já tentei ver se dá para voltar de TAM, Lufthansa, TAP, Iberia, Swiss, Alitalia ou o que quer que seja. Niente. Como é o auge da alta estação, todos os voos estão lotados. Então, resolvi relaxar. Se tiver que esperar horas a fio em um aeroporto, que assim seja. Afinal, não ensino para todo mundo no Manual de Viagem que imprevistos acontecem? Para me distrair, vou ficar postando novidades via Facebook ou Twitter (@vfrare).

Só que o mais engraçado é que eu não sou muito chegado em praias, navegação e barcos. Tanto que é a minha primeira vez dormindo em alto mar. E a última vez que passei mais de dois dias viajando junto com meus pais e meu irmão foi em 1982, quando fomos para a Disney pela primeira vez. Imaginem que minha mãe já veio me pedir para colocar as malas dela na minha cabine, já que vou ser o único em “single accommodation”. Já vi que meu quarto vai virar o depósito do povo, só porque sou solteiro.

Pois bem, vou tentar postar novidades durante a viagem. Senão, na volta eu conto como foi. Se demorar para escrever é porque fui jogado aos tubarões em alto mar…

Visto mexicano – precisar, não precisa.

Quem estiver de passagem comprada ou com planos de visitar o México, chegou uma boa notícia. Alarmado com a queda no número de visitantes ao país, Felipe Calderón, o presidente, assinou um decreto que isenta a necessidade de visto para todos os turistas que tenham visto americano.

A exigência de visto de entrada no México era imposta pelos Estados Unidos, que, com a medida, visava frear o fluxo de imigrantes ilegais pela fronteira mexico-americana. Então nunca fez muito sentido a pessoa que tem visto americano precisar fazer visto mexicano. Bem, agora a coisa ficou mais fácil.

Quem não tem visto americano ainda tem que ir ao consulado mexicano pessoalmente para fazer o visto. Mas quem já enfrentou a fila dos consulados americanos e tem autorização para ir à Disney, agora pode desfrutar das praias de Cancún, da cosmopolita Cidade do México e de tudo o que o mágico país oferece.

Boa viagem!