Expert em assuntos da Índia

Eu estava reparando na pilha de livros que está se formando em meu quarto e me dei conta que a grande maioria deles são de escritores indianos ou sobre a Índia. Desde o “Tigre Branco”, “Sua resposta vale um bilhão”, “Seis suspeitos”, “Suíte Elefanta”e agora “Shantaram”. Aos poucos, estou aprendendo muito sobre como os indianos vêem o mundo e a si próprios.

Este último, o “Shantaram”, foi escrito por um australiano que fugiu da cadeia e foi morar em Mumbai. A história do cara é fascinante e o livro cheio de informações preciosas sobre o sub-mundo da cidade. O mais interessante é que ele foi preso algumas vezes, deportado para a Austrália e hoje ele viaja mundo afora contando sobre as suas aventuras. E o livro vai se transformar em filme. O cara tem um site e vale a pena dar uma olhada nele. www.shantaram.com

picture-3

Fora isso, vejo muitos filmes de Bollywood. Tenho uma grande coleção em casa e sempre recebo filmes novos dos meus amigos que moram em Dubai e em Nova Delhi. É bacana notar a evolução dos temas de cada produção.

Um amigo aqui de Curitiba que coleciona revistas Vogue sempre me encomenda a Vogue India quando eu viajo e aproveito para ler antes de entregar para ele.

Nossa coolhunter de Barcelona foi visitar a ARCO Madrid 2009. Neste ano o país convidado foi a Índia. Por isso estamos a par dos grandes nomes da arte contemporânea de lá.

Já estive na Índia umas 5 vezes para visitar as cidades e ir à casamentos, além de ter ficado duas vezes em Calcutá quando voava para a Emirates. Ah, e vôos bate-volta, em que eu pousava e ficava uma hora no aeroporto esperando para voltar para Dubai foram centenas, para quase todas as cidades importantes (que eu vi da janela do avião).

Então se alguém quiser informações, uma palestra ou o que seja sobre a Índia, fale com a Pulp!

Anúncios