Let’s Rock

Em mais de sessenta anos de história, o Rock criou movimentos e revolucionou a maneira de gerações encararem o mundo. Desse ritmo surgiu desde o rockabilly até o new wave, passando pelo indie, o hardcore, o metal, o grunge e mais uma infinidade de vertentes com fãs de todas as idades, nacionalidades, gêneros e credos.

Para ver um pouco dessa história, que tal visitar a Oca (Parque Ibirapuera, SP) até o dia 27 de maio? São 10 mil metros quadrados que formam a maior exposição sobre o assunto já apresentada na America Latina. No subsolo estão seis containers, cada um dedicado a uma década do rock entre os anos 50 e 2000. No térreo fica a linha do tempo. No primeiro andar ficam os objetos pessoais dos grandes ídolos, como roupas e instrumentos musicais. No segundo, uma projeção em 180º permite que os visitantes tenham a experiência de estar no meio de um show com uma multidão entorpecida pela música. Programa imperdível para quem está em São Paulo ou pretende passar por lá nos próximos 30 dias.

Em homenagem, Queen tocando “Love Of My Life” na abertura do primeiro Rock in Rio, em 1985

Let’s Rock

Oca – Parque do Ibirapuera

Av. Pedro Álvares Cabral, S/N, portão 3, Moema

Tel: 11 4003-1212

Até 27/5 das 10h às 22h

De R$ 10 a R$ 20

www.letsrockexpo.com.br

Para onde viajamos?

O Caderno de Turismo da Folha de SP veio cheio de informações interessantes hoje. A matéria principal era sobre segurança em viagens. Quem assiste ao programa Não Conte Lá Em Casa bem sabe que há vários lugares exóticos e perigosos planeta afora. Só que tem gente bem medrosa, que lê noticiários demais e fica com medo de sair de casa. Eu  já fui para a Líbia, Síria, Líbano, Iêmen, Nigéria, Mianmar, Egito e Tunísia… O importante é saber a hora de viajar para estes lugares.

Mas a grande maioria dos viajantes prefere os lugares mais “normais”. E, para ser sincero, eu também prefiro ir para Nova York ao invés de Kabul, Paris ao invés do Cairo. Os dados comprovam: das 20 cidades mais visitadas por brasileiros em 2011, nenhuma é fedida, perigosa ou pobre. Também, quem quer passar férias sofrendo? ;-)

Vejam as 10 mais visitadas:

1) Orlando | 2) Nova York | 3) Buenos Aires | 4) Miami | 5) Las Vegas | 6) Paris | 7) Santiago | 8) Los Angeles | 9) Londres | 10) Roma

Já os 10 países mais visitados são:

1) EUA | 2) Argentina | 3) França | 4) Portugal | 5) Itália | 6) Espanha | 7) Uruguai | 8) Chile | 9) Inglaterra | 10) Alemanha

E você? Para onde você gosta de viajar?

Dica do dia: pizza em Miami

Você já comeu algo que mudou a sua vida? Um prato daqueles que você escolheria para ser a sua última refeição, caso morresse amanhã? Eu já, e foi uma pizza. Ela era feita de queijo de cabra com trufas negras perfeitamente dispostas sobre uma massa crocante. Perfeita, sublime, inesquecível. Lembra que prometi aqui mais dicas de Miami? Então guarde essa: pizza de goat cheese &  winter black truffles do restaurante Cecconi’s.

E você? Se fosse escolher um prato para a sua última refeição, qual seria?

o cardápio é incrível, o ambiente é lindo e o serviço é perfeito. Fica no Soho Beach House

Cecconi’s

4385 Collins Avenue

(786-507-7902)

@SohoHouse

www.cecconismiamibeach.com

Buenos Aires sempre é bom!

Passei a Páscoa em Buenos Aires e trouxe algumas #pulpdicas legais. A primeira é tentar aterrissar no Aeroparque (código AEP), a versão local de Congonhas, já que fica bem no centro e dali até a grande parte dos hotéis leva, no máximo, 30 minutos. Tanto a TAM, quanto a Gol, Aerolíneas, LAN e Pluna voam para ele.

Hospedei-me no Hotel Own Palermo Hollywood, que é de um amigo meu. O hotel é pequeno, no estilo hotel-butique, fica no meio do bochicho da vida noturna e a poucas quadras de Palermo Soho. Quem gosta de balada vai gostar de saber que tem umas 6 ou 7 ótimas a, no máximo, 6 minutos a pé dali.

Own Palermo Hollywood | Cabrera 5556

Dele também fica fácil para ir correr (eu adoro correr) nos parques de Palermo, que ficam cheio de gente no fim de semana e é um ótimo local para paquerar.

Na primeira noite fui jantar no UNIK, que serve culinária espanhola contemporânea e a decoração é linda. Mais para o lado caro do que barato, mas vale cada centavo. O serviço foi excelente e a comida inesquecível.

UNIK Restaurant | Soler 5132

No sábado fui até Puerto Madero pois queria conhecer a coleção de arte da Amália Lacroze de Fortabat, que também vale a visita. Já o Faena Arts Center, ali perto, está meio com cara de abandonado.

Coleção de Arte Amália Lacroze de Fortabat | Olga Cossettini 141

Com outros amigos fui jantar no Dominga, onde comi um peixe maravilhoso, servido em uma caçarola de ferro e, de sobremesa, pedi um vulcão de chocolate com sorvete de creme. Divino.

Dominga Restaurant | Honduras 5618

Ontem, depois de passar o Domingo de Páscoa na casa de uma família portenha, cheia de crianças, fui jantar sozinho no Abra Pampa, a duas quadras do hotel. Estava com desejo de comer um bife ancho com espinafre à la crema e uma taça de vinho tinto. Foi muito bom.

Abra Pampa Parilla | Humboldt 1602

Agora já estou de volta ao trabalho… Mas recomendo Buenos Aires para todos os meus amigos! Ah, antes que eu esqueça, um ótimo aplicativo para baixar no celular enquanto estiver em Buenos Aires é o do Guia Óleo, que tem TODOS os restaurantes da cidade, com mapas, notas e comentários!

ps: a propósito, fui dar uma olhada nas dicas do guia Buenos Aires com Crianças, da Pulp, e são todas ótimas!!!

Bares, cervejarias e restaurantes do momento em Barcelona

Quando escrevi o guia Europa de Cinema, fiquei bastante tentado em incluir Barcelona na lista das cidades a serem pesquisadas. Adoraria ter descrito as cenas de Vicky Cristina Barcelona. Mas, por razões editoriais, tive que ficar com Paris, Londres, Berlim, Roma e Madri. Só que Barcelona continua sendo um dos meus destinos favoritos e acabei de convencer um casal de amigos a trocarem Beirute por Barcelona. Para ajudá-los a programar a viagem, pedi para outro amigo, catalão “da gema”, que me mandasse as dicas mais bacanas de onde comer na capital da Catalunha.

Seguem as dicas de Miquel Martín, diretor da Brandery, a feira de moda mais hip da Espanha:

TAPAS “WITH A TWIST”

Tickets

Bar Ramón

BarMut

LUGARES ESPECIAIS

El Xiringuito del Escriba (paella)

Cal Pinxo (paella)

OS CLÁSSICOS

Casa Leopoldo

El Tossal

El Xampanyet

La Bodegueta

La Flauta

Cervecería Catalana

Ciutat Comtal

OS “IT PLACES” – LUGARES DO MOMENTO

Ximei (ótima culinária veneziana)

Kafka

Cornelia

Bar Lobo

BARES

Com a chegada da primavera, os rooftops são uma ótima pedida

Casa Fuster

W Barcelona

Mandarin Oriental

Boas viagens!

Miami, lá vamos nós

Está cada vez mais fácil voar para Miami (e nós estamos adorando isso). Há menos de um mês a Gol enviou uma solicitação formal à Anac para operar voos regulares para lá a partir de junho. Segundo o presidente da empresa, se o pedido for aceito, serão 6 voos semanais saindo de Guarulhos (SP). O único inconveniente é que tem uma “paradinha técnica” em Caracas, mas nada que atrapalhe a viagem, né? Afinal, Miami tem se destacado como um destino incrível para brasileiros, com ótimos hotéis, restaurantes, baladas, praias e passeios. Isso sem falar nas compras! Só pra dar uma vontadinha, aqui vão três trendy tips para quem está de passagem marcada ou pensando em fazer reserva…

Hotel para quem gosta de luxo sem ostentação: SOHO BEACH HOUSE

Restaurante japonês autêntico e criativo: NAOE

Loja de roupas descoladas de Yohji Yamamoto para Adidas: Y-3

Em breve, muito mais dicas!

Londres – a verdadeira capital da moda

Para finalizarmos nossa semana dedicada a Londres, escolhemos um filme bem bacana do shopping Westfield, que mostra a evolução da moda na cidade ao longo dos últimos 100 anos. Paris tem seus estilistas famosos e nomes de luxo, Nova York é vanguarda, mas Londres sempre uniu os dois, com um “quê” de cutting edge que nunca vai embora. Veja o vídeo e depois diga se não temos razão! ;-)

Para descobrir mais sobre Londres, leia o guia Europa de Cinema, com sugestões de filmes junto com dicas de viagem de Londres, Paris, Berlim, Madri e Roma. E se for para Londres nas Olimpíadas 2012, não deixe de dar uma passadinha no Westfield.

Hello Tomorrow – a nova campanha mundial da Emirates

Durante anos, o slogan da Emirates foi Keep Discovering. Várias campanhas publicitárias lindas inspiraram muita gente a viajar com eles. Agora, no dia 2 de abril, a empresa de Dubai lança algo novo, chamado de Hello Tomorrow! Com um filme inspirador, que mostra gente de todos os lugares se conhecendo, realizando projetos, descobrindo o mundo e ganhando novas e ricas experiências, a Emirates toca no lado emocional dos viajantes.

Assim como a Emirates, a Pulp quer ser uma ponte. Uma ponte entre o conhecido e o novo. Que nossos guias sirvam de inspiração para você ir mais longe, ir descobrir o mundo, fazer novos amigos e ser mais feliz. Somos globalistas e queremos contar para você tudo o que vemos em nossas viagens e férias. Espero que goste do vídeo Hello Tomorrow, afinal, o futuro já chegou!

 

Boas risadas em Londres

Você já ouvir falar do Udderbelly Festival? Pois trata-se de um grande festival de comédia, com shows de música, teatro burlesco, circo, mágica e espetáculos infantis que acontece em Londres durante 12 semanas a partir de 5 de abril. Se você está de passagem marcada pra lá, não deixe de conferir. Tudo acontece debaixo de uma enorme vaca inflável roxa (é isso mesmo), ao ar livre no Southbank Centre. Uma ótima pedida para se divertir no verão londrino. Para se ter uma ideia, no ano passado foram vendidos 350 mil ingressos. Aproveite para experimentar as deliciosas comidinhas servidas nas barracas e assistir a atração especial desta edição: o espetáculo de circo australiano Cantina.

A grande vaca roxa inflável

barraquinhas de comidas

Dicas para quem vai para Londres durante as Olimpíadas 2012

Você está de passagem marcada para Londres e busca dicas legais de onde ficar, comer e curtir? O bom é que nunca faltam novidades por lá. Com a chegada das Olimpíadas 2012, Londres está entrando em verdadeira ebulição. Quem tiver a sorte de ir para lá neste verão não pode deixar de conferir as #pulpdicas deste post.

Vale lembrar que o guia Europa de Cinema está cheio de dicas interessantíssimas de Londres. Imagine passear pela cidade seguindo o passo de Julia Roberts, Bridget Jones, Scarlet Johansson, Sherlock Holmes e muitos outros?

Concentrei as informações na região de East London, que é a zona do momento, onde artistas, jovens empreendedores e novas famílias estão morando: Islington, Shoreditch e Hoxton. É também deste lado da cidade onde os Jogos Olímpicos acontecerão, por isso, anote:

HOME AWAY FROM HOME – HOTÉIS QUE FAZEM A DIFERENÇA

• Town Hall Hotel & ApartmentsLindo, bem decorado e com um quê de casa-fora-de-casa. O restaurante Viajante, comandando pelo chef Nuno Mendes é superconcorrido e o lugar para ver ser visto em East London.

 

 

 

 

 

• The BoundaryHotel butique com ótimos restaurantes e uma vibe menos descolada e mais classy. O rooftop é parada obrigatória para ver o pôr do sol embalado por “uns bons drinks”.

 

 

 

 

 

• The HoxtonQuem tem sorte consegue reservar as diárias especiais de GBP 1 (uma libra!!!). O hotel é bom, bonito e bom de preço (não digo barato, afinal Londres é Londres e libra é libra). Sinta a vibe do lugar baixando o guia de Hoxton em pdf que o hotel disponibiliza no site clicando aqui.

 

 

 

 

 

 

MUST EAT HERE

• Les Trois GarçonsSimplesmente um dos lugares mais fantásticos de Londres. Não dá pra não ir. Aproveite o Loungelover depois do jantar e não se surpreenda se encontrar a Madonna ou Naomi Campbell.

 

 

 

 

• Great Eastern Dining RoomComida do Sudeste Asiático para descolados, antenados e viajados. O bar do restaurante também é bacana, junta um povo interessante e servem o gin tônica de Hendricks exatamente como manda o figurino, com a fatia de pepino ao invés de limão.

 

 

 

 

• Jamie Oliver’s Italian: Para os fãs de carteirinha do chef celebridade que não estão a fim de gastar suas preciosas libras no Fifteen, o Jamie’s Italian é uma rede de restaurantes BBB (bom, bonito e barato). Ideal para grupos e pais com filhos. Nos fins de semana dá congestionamento de carrinhos de bebê. Tem vários espalhados por Londres e pela Inglaterra.

 

 

 

 

 

 

• Look Mum No HandsPara quem quer abraçar o lado modernetz e hip cool, este café é o lugar. Pensado para ciclistas, tem um janelão de frente para a rua, móveis antigos e um café delicioso. As frutas e verduras são frescas. Ah, e o pátio dos fundos é gostoso para relaxar e ficar um pouco longe do barulho da rua.

 

 

 

 

THE GREATEST SHOWS ON EARTH

 • Damien Hirst na Tate ModernUma exposição de arte com pretensões olímpicas, a retrospectiva de Damien Hirst é sua primeira em um grande museu e conta com obras antológicas como a vaca, o bezerro e o tubarão em formol. Várias peças de colecionadores privados estarão em exibição, o que proporcionará aos visitantes uma oportunidade única de vê-las. Reserve os ingressos pela internet para não ficar chupando o dedo na fila. De 4 de abril a 9 de setembro.

 

 

 

 

 

• Bauhaus no Barbican CentreUm dos movimentos arquitetônicos e artísticos mais significativos do século 20 teve ramificações na construção, design, teatro, cinema, escultura, fotografia, etc etc etc. Tem que ver. De 3 de maio a 12 de agosto.

 

 

 

 

 

• Yayoi Kusama na Tate ModernA excêntrica japonesa faz de tudo: pintura, fotografia, escultura. É um dos gênios japoneses da atualidade e aproveite que a retrospectiva de sua obra está muito bem montada. Pense que ela já tem mais de 80anos e que o Japão é bem mais longe do que Londres, por isso não perca a chance. Quem sabe ela aparece por lá para dar autógrafos.

 

 

 

 

Curte arte? Então não deixe de visitar a White Cube Gallery, em Hoxton.

Mais Cultura para Curitiba

Finalmente, depois de anos de espera, chega a Curitiba a Livraria Cultura. Para quem gosta de livros, arte, música e filmes, a Livraria Cultura é um paraíso, onde dá para ficar horas e horas vagando entre as prateleiras. Fomos visitar as obras e ficamos impressionados com o tamanho do projeto.

Apesar da fachada pequena, que ocupa o espaço de uma loja normal do Shopping Curitiba, a loja é ENORME! São dois andares e tem salas de exposições e tudo mais. Promete ser o novo ponto de encontro de quem dá valor para uma curadoria interessante.

A inauguração é amanhã, dia 14 de dezembro, no Shopping Curitiba!

Monocle 24 – a rádio dos antenados do mundo todo

Há poucos dias, começou a ser transmitida via internet a Monocle 24, rádio da revista Monocle.

Durante as 24 horas do dia, há uma seleção de programas, entrevistas, notícias e músicas incríveis.

O pessoal da Monocle é antenadíssimo e quem ouve a rádio vai ficar informado de tudo o que está acontecendo de mais interessante ao redor do mundo.

Dá para escutar no computador, no iPhone, iPad, etc. Eu gosto de baixar meus programas preferidos via iTunes para escutar no carro, indo de um lado para o outro.

Recomendo para quem gosta de estar superinformado!

Só não recomendo o App, que custa U$ 6.99 e é a mesma coisa que ter o link do site, que é de graça.

Dicas descoladas de tudo um pouco!

Navegando pela internet, descobrimos o blog GALLERIST, com várias dicas muito bacanas de moda, viagens, decoração, arte e tudo um pouco. Por trás das dicas, estão quatro meninas superdescoladas e viajadas, que realmente conhecem o que postam no blog. Nada melhor do que pegar as dicas fresquinhas delas antes de viajar ou somente para se inspirar.

O blog também vai ser uma loja virtual. Não vemos a hora de poder comprar as coisas legais de que elas tanto falam nos posts!

 

nossa!

Travel Map
I’ve been to 326 cities in 85 countries
Africa
Egypt: Cairo
Egypt: Dhahab
Egypt: Nuwaybi’
Ghana: Accra
Kenya: Nairobi
Libya: Tripoli
Mauritius: Mauritius
Nigeria: Lagos
Seychelles: Mahe
South Africa: Cape Town
South Africa: Cape of Good Hope
South Africa: Durban
South Africa: Franschhoek
South Africa: Hermanus
South Africa: Johannesburg
South Africa: Llandudno
South Africa: Paarl
South Africa: Pretoria
South Africa: Simon’s Town
South Africa: Stellenbosch
South Africa: Sun City
Tanzania: Dar es Salaam
Tunisia: Carthage
Tunisia: Hammamet
Tunisia: Sidi Bou Said
Tunisia: Sousse
Tunisia: Tunis
Asia
Bangladesh: Dhaka
Cambodia: Siemreab
China: Beijing
China: Hangzhou
China: Shanghai
China: Suzhou
China: Xi’an
Hong Kong (SAR): Central District
Hong Kong (SAR): Kowloon
Hong Kong (SAR): Tsim Sha Tsui
India: Agra
India: Delhi
India: Jaipur
India: Kolkata
India: Mumbai
India: New Delhi
Indonesia: Bali
Indonesia: Denpasar
Indonesia: Jakarta
Indonesia: Kuta
Indonesia: Ubud
Indonesia: Yogyakarta
Japan: Harajuku
Japan: Kyoto
Japan: Matsumoto
Japan: Nagoya
Japan: Nara
Japan: Osaka
Japan: Tokyo
Macau: Macau
Malaysia: Johor Bahru
Malaysia: Kuala Lumpur
Malaysia: Melaka
Maldives: Maldive Islands
Myanmar (Burma): Mandalay
Myanmar (Burma): Pagan
Myanmar (Burma): Yangon
Nepal: Bhaktapur
Nepal: Kathmandu
Philippines: Manila
Singapore: Singapore
South Korea: Seoul
Taiwan: T’ai-pei
Thailand: Ayuthaya
Thailand: Bangkok
Thailand: Chiang Mai
Thailand: Hua Hin
Thailand: Phuket
Turkey: Istanbul
Vietnam: Ha Noi
Caribbean
Aruba: Aruba
Central America
Guatemala: Guatemala
Guatemala: Panajachel
Guatemala: Santiago Atitlan
Guatemala: Tik’al
Panama: Panama
Europe
Austria: Bregenz
Austria: Innsbruck
Austria: Salzburg
Austria: Vienna
Belgium: Antwerpen
Belgium: Bruges
Belgium: Brussels
Bulgaria: Sofiya
Czech Republic: Prague
Denmark: Copenhagen
Denmark: Helsingor
Finland: Helsinki
Finland: Kotka
France: Annecy
France: Antibes
France: Beaune
France: Besancon
France: Cannes
France: Carcassonne
France: Chambord
France: Chenonceaux
France: Grasse
France: Nancy
France: Nice
France: Paris
France: Saint-Paul
France: Tours
France: Villandry
Germany: Baden-Baden
Germany: Berlin
Germany: Bremen
Germany: Dresden
Germany: Fussen
Germany: Hamburg
Germany: Heidelberg
Germany: Heidelberg
Germany: Koln
Germany: Konstanz
Germany: Kreuzberg
Germany: Lindau
Germany: Munich
Germany: Tempelhof
Greece: Athens
Greece: Athina
Greece: Mykonos
Holy See (Vatican City): Vatican City
Hungary: Budapest
Iceland: Keflavik
Iceland: Reykjavik
Iceland: Thingvellir
Ireland: Cork
Ireland: Dublin
Ireland: Limerick
Italy: Bergamo
Italy: Bolzano
Italy: Catania
Italy: Florence
Italy: Genova
Italy: Manarola
Italy: Messina
Italy: Milano
Italy: Milano
Italy: Napoli
Italy: Pisa
Italy: Pompei
Italy: Rome
Italy: Siracusa
Italy: Taormina
Italy: Treviso
Italy: Venice
Italy: Vernazza
Liechtenstein: Vaduz
Luxembourg: Luxembourg
Monaco: Monaco
Monaco: Monte-Carlo
Netherlands: Amsterdam
Norway: Bergen
Norway: Lofoten
Norway: Narvik
Norway: Oslo
Poland: Krakow
Poland: Warsaw
Portugal: Cascais
Portugal: Estoril
Portugal: Lisboa
Portugal: Obidos
Portugal: Sintra
Romania: Bucharest
Russia: Moscow
Slovakia: Bratislava
Spain: Barcelona
Spain: Bilbao
Spain: Cordoba
Spain: Figueras
Spain: Gijon
Spain: Granada
Spain: Madrid
Spain: Maspalomas
Spain: Oviedo
Spain: Santander
Spain: Sevilla
Spain: Sitges
Spain: Tarragona
Spain: Zaragoza
Sweden: Helsingborg
Sweden: Linkoping
Sweden: Stockholm
Switzerland: Aigle
Switzerland: Basel
Switzerland: Bern
Switzerland: Fribourg
Switzerland: Geneve
Switzerland: Glion
Switzerland: La Tour-de-Peilz
Switzerland: Lausanne
Switzerland: Le Chalet-a-Gobet
Switzerland: Luzern
Switzerland: Montreux
Switzerland: Sierre
Switzerland: Sion
Switzerland: Vevey
Switzerland: Villeneuve
Switzerland: Zermatt
Switzerland: Zurich
United Kingdom: Bath
United Kingdom: Birmingham
United Kingdom: Brighton
United Kingdom: Cambridge
United Kingdom: Eastbourne
United Kingdom: Edinburgh
United Kingdom: Glasgow
United Kingdom: London
United Kingdom: Manchester
United Kingdom: Oxford
Middle East
Bahrain: Al Manamah
Israel: Elat
Israel: En Gedi
Israel: Jerusalem
Israel: Massada
Israel: Tel Aviv
Jordan: Al ‘Aqabah
Jordan: Amman
Jordan: Jarash
Jordan: Wadi Musa
Jordan: Wadi Rum
Lebanon: Beirut
Oman: Muscat
Qatar: Ad Dawhah
United Arab Emirates: Abu Dhabi
United Arab Emirates: Al Fujayrah
United Arab Emirates: Dubai
United Arab Emirates: Jumayrah
Yemen: Sanaa
Yemen: Sanah
North America
Canada: Montreal
Canada: Quebec
Canada: Toronto
Canada: Vancouver
Mexico: Cancun
Mexico: Chichen-Itza
Mexico: Mexico City
United States: Fort Lauderdale
United States: Las Vegas
United States: Los Angeles
United States: Miami
United States: Miami Beach
United States: Monterey
United States: Napa
United States: New York
United States: Orlando
United States: Saint Louis
United States: San Diego
United States: San Francisco
Oceania
Australia: Alice Springs
Australia: Bondi
Australia: Brisbane
Australia: Cronulla
Australia: Fremantle
Australia: Manly
Australia: Melbourne
Australia: Perth
Australia: Sydney
Cook Islands: Cook Islands
Cook Islands: Rarotonga
New Zealand: Auckland
New Zealand: Christchurch
South America
Argentina: Bariloche
Argentina: Buenos Aires
Argentina: Puerto Iguazu
Brazil: Brasilia
Brazil: Campo Grande
Brazil: Canela
Brazil: Curitiba
Brazil: Fortaleza
Brazil: Guaira
Brazil: Iguacu
Brazil: Londrina
Brazil: Maceio
Brazil: Manaus
Brazil: Maragoji
Brazil: Porto Alegre
Brazil: Recife
Brazil: Salvador
Brazil: Salvador
Brazil: Sao Paulo
Chile: Santiago
Chile: Valparaiso
Colombia: Bogota
Colombia: Medellin
Ecuador: Quito
Paraguay: Asuncion
Paraguay: Ciudad del Este
Peru: Cusco
Peru: Lima
Peru: Puno
Uruguay: Montevideo
Venezuela: Caracas

A Cidade do Cabo da Pulp | Pulp’s Cape Town

Estivemos em Cape Town há menos de um mês e seguem aqui as nossas recomendações:

IT’S A MUST

Alugar um carro, já para sair do aeroporto. Cape Town não é como Paris, Rio ou Nova York em que tudo fica na cidade. As atrações são distantes (praias, vinhedos, parques…) por isso um carro é essencial. Lembre-se que a mão é inglesa, mas que em 5 minutos de direção a gente já se acostuma. O trânsito é leve, tranquilo e as estradas ótimas. By the way, a zona de rent a car no aeroporto de Cape Town fica do lado de fora do terminal.

HOSPEDAGEM

Alugamos um apartamento em De Waterkant, o bairro “da modinha”. Na verdade fica entre o centro/Bo Kap e o Waterfront, por isso é fácil de acessar toda a cidade. De Waterkant seria a Gávea ou o West Village de Cape Town pois é onde estão vários pequenos hotéis, restaurantes e lojas de decoração e design e, claro, é a zona gay.

Nosso ap tinha 3 quartos (2 suítes) e fica na esquina da Strand com a Rose Street. Chama-se A20 Soho on Strand. Superbacana, com piscina e tudo.

Quem preferir um hotel de verdade, eu recomendo o Mount Nelson Hotel, em Gardens, no topo da Kloof Street. Os hotéis do Waterfront são bem atraentes mas o lugar é bem Disney e ENTOPIDO de turistas.

RESTAURANTES/CAFÉS/BARES

BIRDS CAFÉ 127 Bree Street – City Bowl

comida orgânica e simplesmente deliciosa na Bree Street. Decor supersimples mas de ótimo bom gosto. Repetimos. O café com leite orgânico da Namíbia é inesquecível e algo tão singelo quanto um pão com manteiga pode ser uma experiência tântrica.

OLYMPIA CAFÉ 134 Main Road – Kalk Bay (fica a uns 45 minutos do centro, perto da praia de Muizenburg)

recomendado pelo Gui Canever, que deu a volta pela África, o Olympia fica na praia de Kalk Bay, que é bem bonitinha. É bem simples, quase “sujinho” mas serve o melhor chocolate brownie que já provei na vida. Na veradade, tudo o que eles servem lá é bom. Tem um quadro negro com os pratos do dia. O Nuno pediu uma massa com molho de tomate e chorizo italiano que a gente quase morreu de tanto comer. É tão bom que repetimos, mesmo sendo distante do centro de Cape Town. Pertinho dele tem um restaurante de frutos do mar, chamado Harbor House que é show!

VOILA! Cape Quarter – De Waterkant

Esse lugar é para quem gosta de ser “atiçado” logo de manhã cedo por aqueles displays de doces e bolinhos coloridos. O Cape Quarter é um shopping agitadinho, cheio de lojas de decoração e restaurantes bacanas. Outros dois lugares que também valem a pena e ficam perto é o Lazari e o Origin (peça o flat latte e morra!!!). Just a detail: quem é viciado em café TEM que ir no Origin.

 

NOBU One&Only Hotel no Waterfront

aproveite que o R$ compra muitos Rands e os preços na África do Sul são beeeeeem mais baratos do que no Brasil para se esbaldar no Nobu. Se fosse em São Paulo, Nova York ou Londres, tenho certeza que a conta não sairia por menos de US$ 150-200 por pessoa. Ali come-se muito bem sem quebrar o porquinho. Além disso, a decoração é linda, o hotel ultrachique e a comida é inesquecível. Peça um Matsushita Martini no bar antes de ir para os sakês durante o jantar. Nós fizemos uma orgia gastronômica que incluiu:

ceviche de frutos do mar | tiraditos de peixe branco e polvo | spicy tuna salad | lobster alguma coisa | omakase dessert

ADDIS IN CAPE 41 Church Street – City Bowl

para tudo há uma primeira vez. Esse restaurante etíope é bem descolado, fica no centro da cidade e a comida é bem diferente. Vale a pena, ainda mais se estiver em um grupo de amigos, pois é ideal para dividir. Só não se assuste na hora em que a garçonete virar a comida do potinho. É assim que se faz na Etiópia. A gente tomou cerveja da Namíbia, a Windhoek, para descer um pouco da pimenta. Mas vale super a pena.

BOMBAY BYCICLE CLUB 156 Kloof Street – Gardens

se Cape Town tivesse um West Village, o Bombay Bycicle Club certamente seria lá. É um bar/restaurante cheio de gente descolada. A decoração é bem carregada de quinquilharias e os garçons são tão gente boa que dá vontade de ficar amigo deles para sempre. A música é ótima e quanto mais tarde fica, mais a baladinha esquenta. É um dos poucos lugares do mundo que oferece double drinks depois das 22h! Se joga!

Precisa reservar e na hora de fazer o pedido, pergunte quais são os daily specials. Foi ali que comi, pela primeira vez, um filé com molho de chocolate com pimenta. Algo indescritível! E deixe espaço para o Malva Pudding de sobremesa. Só não vale chorar de emoção!

GANESH e TAGORE Trill Road – Observatory

o bairro de Observatory é o  Lower East Side de Cape Town. Ali moram os hipsters e estudantes locais. Então a região é cheia de botecos e bibocas bem legais. O Ganesh se diz indiano, mas servem comidas típicas da África do Sul. Comemos um hambúrguer de carneiro com avestruz muito bom, filés de springbok (veadinho local) e também o famoso Bobotie (carne moída cheia de temperos exóticos – ma,ra,vi,lho,so). Na saída, bem ao lado, fica o Tagore, que é um reduto meio grunge, meio jazzie, meio louco de gente estranha e coisas esquisitas. Beba um Springbok, que é o coquetel local em homenagem ao time de Rugby da África do Sul (amarula e licor de menta). Mas só vá para Obs se estiver de carro e aprenda no mapa ou GPS o caminho antes de sair do hotel.

LA MOTTE Franschhoek

o passei pelos vinhedos do Cabo é um must, claro. E almoçar no La Motte também. As mesas ficam espalhadas pelo jardim. Peça uma tábua de queijos locais e vários tipos de vinhos. Dá para fazer degustação na área de produção dos vinhos e leva mais ou menos uma hora. A gente fez degustação por conta própria, comendo queijos, dando risadas e escolhendo nós mesmos os vinhos do cardápio. Na saída passe na lojinha…

 

WATERKLOOF Strand – Stellenbosch

um lugar “breathtaking”. A vista é inacreditável e a arquitetura é ainda mais. Faça uma reserva meio cedo, para conseguir tomar a primeira taça de vinho do lado de fora, na sacada, vendo o por do sol! Vai ser uma das experiências mais gratificantes da viagem. Nós chegamos lá no fim do dia, depois de passear pelos vinhedos, pela cidadezinha de Stellenbosch (não vale a pena a parada). Então o lugar ficou parecendo um pouco longe. Mas na hora de voltar para casa, pela autoestrada, foram 20 minutos até chegarmos de volta em De Waterkant. Faça reserva.

VIDA E CAFFÉ por todos os lados

a rede de cafés Vida e Caffé está por todos os lados. Parece algo meio Starbucks mas o café é bom de verdade e eu comi um croissant com chouriço português que dá vontade de voltar para lá para comer mais  um. O tema é Portugal, o nome dos pratos e bebidas são em português. Ideal para um quick breakfast ou uma parada estratégica no meio da tarde para cortar o efeito do vinho tinto tomado no almoço. O de Camps Bay, que fica na beira mar, é no meio do agito. Ver o por do sol ali é outra coisa bacana de se fazer, mas daí sente-se em um restozinho mais glamour.

ASOKA 68 Kloof Street – Gardens

bar ideal para ver o beautiful people de Cape Town. Serve uns drinks ótimos e criativos. Tem um com champagne e maracujá, onde a fruta vem quase inteira no copo. Na verdade, toda a Kloof Street é cheia de lugares bacanas. Ela é a continuação da Long Street, que fica mais para o centro (City Bowl) e tem uma vida noturna mais jazzie. Kloof St é mais cosmo. Uma sugestão é ir ao bar  Daddy Cool do hotel Grand Daddy, na Long Street para ver como a nova classe negra emergente do país se diverte. Depois fique uma horinha dentro de algum bar de African Jazz (pode ser o Mamma Africa) ali por perto e, por último, suba para o Asoka para uma imersão em Cape Cool.

 

IMPERDÍVEIS

Ver o por do sol em Signal Hill, com o estádio onde foi a Copa de 2010 lá embaixo.

Curtir um pouco do agito da praia de Clifton 3, ainda mais se for fim de semana.

Ir até o Cabo da Boa Esperança pela Chapman’s Peak Drive.

Na segunda-feira, cante no karaokê do Bronx, em De Waterkant

Comprar deliciazinhas no Spar do Cape Quarter (produtos do Melissa’s são ótimos).

Comer em todos os lugares indicados acima (vou pedir para o Nuno, Pati e Tom adicionarem as sugestões deles nos comments)

E BOA VIAGEM!

 

Santiago do Chile: pulphotel > The Aubrey

Uma opção bacana em Santiago do Chile, com charme e estilo, é o The Aubrey, em Bellavista. Ao contrário dos WsRitzsHyatts, o Aubrey está em uma construção antiga, toda reformada, no bairro animado. Há quartos com preços bem acessíveis e suítes para quem prefere mais espaço ou está comemorando algo especial. Já sei onde vou ficar na minha próxima ida a Santiago.

Vicente

Lobby do hotel

uma das suítes

o quarto standard

a localização

Moscou: o novo destino cult da Europa

1) Sabia que há voos diretos do Brasil para Moscou? É uma linha sazonal, que funciona durante o inverno russo. Mas qualquer um pode embarcar do Rio para lá, com a Transaero.

2) Sabia que brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia?

3) Sabia que Moscou é uma das novas queridinhas das artes contemporâneas na Europa? Junto com os novos emergentes China, Brasil e Índia, a arte na Rússia está em alta. Três estabelecimentos atraem o art set mundial com exposições diferentes e arquitetura “show de bola”. O Winzavod era um conjunto de armazéns velhos de vinho que foram reformados e transformados em ateliês, galerias e cinemas. São 20 mil metros quadrados de arte, uma nova Meca cultural a poucos minutos da Praça Vermelha.

Já a Garage é para Moscou o que a Saatchi Gallery foi para Londres nos anos 1990, investindo em exposições de prestígio de pesos pesados como Rothko. O café e a livraria são lugares para passar horas, ainda mais se estiver -25ºC do lado de fora.

E a cereja do bolo é o Moscow Multimedia Art Museum, que está com uma super exposição sobre a Gorbatchov, a Prestroika e os tempos de Ieltsin.

Vamos para lá? O verão nos aguarda!

 

Livros e viagens, uma combinação perfeita

A grande biblioteca do hotel, que fica ao lado do lobby

Foi logo após voltar da Tailândia, em uma viagem com seus filhos pequenos, que a Patricia resolveu escrever o livro Crianças a Bordo. O que ela queria é que várias outras mães que têm filhos e vontade de viajar deixassem de ser enroladas e colocassem o pé na estrada.

Um dos lugares por onde Pati & family passaram foi Koh Samui, no sul da Tailândia. E é lá que está o novo hotel The Library, que mistura design, spa e literatura. A inspiração principal do lugar são os livros e eles entram em vários detalhes da decoração. Que vontade de ficar jogado na frente do mar lendo um bom livro, não?

café da manhã de frente para o mar

detalhe no gramado

Viagens: Maldivas | sonho de consumo

Meu novo sonho de consumo em hotelaria é a cadeia asiática Alila. Com hotéis em lugares tão exóticos quanto os da Aman, os resorts Alila são menos pretensiosos e mais acessíveis. Ainda não me hospedei em nenhum deles. Mas quando estive em Paris em janeiro, descobri que meus amigos vão para Bali em Junho e reservaram um dos Alila da ilha. Em seguida, abri a revista de bordo da Air France e vi o hotel lá. Deve ser um sinal.

De todos, o que eu mais tenho vontade de conhecer é o das Ilhas Maldivas. Mas se me convidassem para ir para Goa, na Índia, ou Luang Prabang, no Laos, eu juro que não recusaria. Fica aí a dica: Alila Hotels.

Temos um vídeo no YouTube do Alan, nosso amigo de Paris, que visitou as Maldivas no ano retrasado. Para assistir, clique aqui.

 

Livro: Room With a View

A revista de viagens Condé Nast Travel publica na última página de cada edição uma foto tirada da janela de quartos de hotéis famosos. São vistas lindas, às vezes de cidades, às vezes de praias ou de savanas. Sempre um destino inspirador ou um lugar em que sonhamos estar, tipo quarto com vista da Torre Eiffel, sabe? Então a editora de livros de luxo Assouline lançou uma compilação das melhores fotos no livro Room With a View. Está na minha lista de compras da próxima viagem.

By the way, quem nunca foi a uma loja de livros Assouline não sabe o que está perdendo! :-)

 

Nossos livros pelo mundo

Sempre levamos os nossos livros nas viagens para fazer o test-drive. Eles foram vistos em diversos lugares. Para saber os endereços por onde passamos em nossas aventuras pelo mundo, não deixe de visitar o VIAGEM.VC.

O Manual de Viagem sugere que você pegue uma cópia do Village Voice em Nova York para ficar a par da programação da cidade

Ele também sugere que você sente-se por alguns minutos e programe o seu dia, antes de sair explorando a cidade. Aqui, o Manual foi visto em um Starbucks de Montreal enquanto eu degustava um Green Tea Latte

Em Trânsito, um capítulo para ler antes de ir ao aeroporto. Um dia antes da volta ao Brasil, lia as informações enquanto fazia o meu pedido no The Smile

Pais descolados pegam metrô em Nova York. Aprenderam no Crianças a Bordo e agora sempre levam os filhos para cima e para baixo.

Trabalhando na Gran Vía

A Gran Vía de Madri está completando 100 anos. Durante todo o ano, vários eventos e festas acontecerão (e já aconteceram) para festejar a rua mais famosa da capital espanhola. Encontrei esta foto tirada em um café em plena Gran Vía, no mês de abril, quando fui até a Espanha para um casamento. Estava finalizando o texto do livro Manual de Viagem. Nada melhor do que acabá-lo em grande estilo, com um cappuccino e um croissant. Na Gran Vía, por supuesto.

Arte Curitibana na Europa

Rimon Guimarães, ou simplesmente RIM, embarcou para a Europa para dois meses intensivos de muita arte e exposições pela Europa. Ele foi o único brasileiro escolhido pela Galeria Mekanik Strip de Antuérpia, na Bélgica, para a ART TREK, evento multimídia com artistas gráficos de vários países de 31 de julho a 14 de setembro.

RIM é bem conhecido em Curitiba por suas intervenções em muros, catálogos, Banzai Studio e Galeria Lúdica. Foi ele quem pintou o muro do escritório da Pulp e que ilustrou o Guia Essencial de Curitiba, que será lançado em agosto.

Oil Man, by RIM, para Guia Essencial de Curitiba