Imagem

Miami com Romero Britto

Miami de Romero Britto

Anúncios

Nova temporada de Lugar Incomum de Didi Wagner agora em Paris

Didi Wagner fotografada por VuThéara na Pirâmide do Louvre, em Paris

Didi Wagner fotografada por VuThéara na Pirâmide do Louvre, em Paris

A apresentadora Didi Wagner, autora do guia Minha Nova York, está em Paris gravando os novos episódios do seu programa Lugar Incomum, para o canal Multishow. Um dos entrevistados é VuThéara, fotógrafo franco-cambojano que tira fotos lindas da cidade e publicou um livro com elas chamado Point of Vuth. As fotos dele também ilustram nosso guia Paris para Amar Paris, que deve estar nas mãos da apresentadora em suas descobertas pela Cidade Luz.

Torre Eiffel fotografada por VuThéara

Torre Eiffel fotografada por VuThéara

Para comprar os guias, basta clicar aqui para MINHA NOVA YORK  e aqui para PARIS PARA AMAR PARIS.

Screen Shot 2013-05-11 at 3.06.12 PM

E curta também a página da EDITORA PULP no Facebook, bem como a página do MINHA NOVA YORK, que está sempre atualizada com tudo que acontece na Big Apple.

Screen Shot 2013-05-11 at 3.14.37 PM

Dicas para quem vai a Paris em abril e maio

Screen shot 2013-04-16 at 9.23.25 AM

A loja de departamentos parisiense Le Bon Marché está vestida de Brasil. De 10 de abril a 22 de junho as vitrines e os andares da loja estarão recheados do que o Brasil tem de melhor. Moda, gastronomia, perfumaria, acessórios selecionados a dedo por uma equipe de curadores vai mostrar ao mundo que somos mais do que samba, suor e cerveja.

Algumas das marcas que estarão presentes por lá são Phebo, Alexandre Herchcovitch, Isolda, Zeferino, Reinaldo Lourenço, Schutz, Osklen, Cavalera etc. O catálogo online está disponível clicando aqui.

Le Bon Marché Rive Gauche

24, rue de Sèvres

Paris 75007

Screen shot 2013-04-16 at 9.17.12 AM

Screen shot 2013-04-16 at 9.16.44 AM

Outra dica bacana, mais relacionada à arte é a exposição do artista americano Keith Haring, no Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris, de 19 de abril a 18 de agosto. Keith Haring: The Political Line é uma restrospectiva que exibe mais de 250 obras do artista ligadas a questões políticas. Uma delas, a Ten Comandments, tem 7 metros de altura. Keith Haring ((1958-1990) é um dos principais representantes da pop art.

Screen shot 2013-04-16 at 9.16.15 AM

Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris
11 avenue du Président Wilson
75116 Paris
 
Guia Paris para Amar ParisAs melhores dicas de Paris estão no guia PARIS PARA AMAR PARIS.

Para comprar, clique aqui.

Sobre gastronomia e viagens

Receita práticas e fáceis de fazer, dicas de culinária, viagens incríveis e muita irreverência! Já está circulando a nova Tutano, um projeto apetitoso da Pulp Edições.

receitas

capa Tutano nº4

 

A revista, assinada por Beto Madalosso, está ganhando espaço no cenário gastronômico curitibano e já virou referência quando o assunto é culinária e viagem.

fotos da Índia

uma viagem pela Índia

Divertida, bem humorada e cheia de informações bacanas, a nova edição abre com uma pauta que tem dado o que falar na cidade: a reforma do Mercado Municipal. Ouvimos clientes, lojistas e funcionários para saber o que acham das mudanças que estão acontecendo por lá. Já a seção On The Road traz o relato de Paola Seixas Gulin, que já foi modelo, trabalhou em uma grande empresa e decidiu descer do salto alto para explorar a Índia e mostrar que o mundo precisa de atitude!

bacalhau na páscoa

receita de arroz de polvo

 

Os chefs Eva dos Santos (Bistrô do Victor) e Emerson Félix Pereira (Kan) ensinam receitas incríveis para quem quer fugir do Bacalhau na Páscoa. Quer receber os amigos para um jantarzinho e surpreender na cozinha? Não perca a entrevista com a food stylist Ana Spengler. Ela ensina truques para deixar os pratos mais bonitos e decorar a casa com charme. E, como no fim tudo acaba em pizza, uma matéria recheada de muita mozzarella e molho de tomate, explica qual é a diferença entre as nossas pizzarias e as pizzarias italianas.

pizzaria

Pizzas italianas e brasileiras: qual é a diferença?

Madalosso

Receitas da Forneria Copacabana

Quer experimentar? Siga a Tutano no Facebook

Grandes shows de música em Miami nos próximos meses!

Screen shot 2013-03-12 at 3.58.19 PM

Não para de aparecer ofertas de passagens baratas para Miami. Que tal aproveitar a viagem e pegar um megashow na American Airlines Arena? Não deixe de lever na mala seu exemplar do GUIA MIAMI do Romero Britto, com as dicas mais bacanas de Miami e arredores.

Veja as próximas apresentações que já têm datas marcadas:

23/03: ALICIA KEYS

27-31/03: DISNEY ON ICE

09/05: ALEJANDRO SANZ

10/07: BEYONCÉ

30/08: BRUNO MARS

Bom show e boa viagem! Depois conta pra gente como foi e manda uma foto para a gente publicar aqui no site!

Minha Barcelona – dicas de uma cidade incrível

Dentre as dezenas de grandes cidades pelas quais sou apaixonado, Barcelona é uma delas. Morei por lá durante dois anos, de 2001 a 2003 e lembro que meu maior prazer era descobrir cada canto daquela cidade. Ficava emocionado de manhã cedo, quando pegava o ônibus para ir trabalhar (ia de ônibus para poder admirar a cidade ao longo do caminho). O ponto era na Gran Vía e quando ele fazia a curva para entrar no Passeig de Gràcia, eu sempre pensava: como tenho sorte em morar aqui!

Bem, passa o tempo e a gente se muda, vai para outros lugares. Por coincidência, quando me mudei de Barcelona para Dubai fui morar com um catalão, por pura coincidência. Ficamos bastante amigos e hoje volto a Barcelona com frequência para visitar o Miquel. Ele é outro apaixonado pela cidade e sempre me leva nos lugares mais legais do momento.

No Carnaval 2013 passei a semana lá e trouxe vários cartões de visitas dos lugares que visitei. Descobri que sou um obcecado por cartões de visita. Sempre volto de viagem com vários. Daí surgiu a ideia de das as minhas dicas de viagem através deles. Vamos tentar…

Voei de Singapore Airlines. Nada melhor do que ir direto, sem ter que passar por Madri, Paris, Frankfurt ou qualquer outro lugar. E o melhor é que a Singapore tem tarifas ótimas e é uma companhia bem melhor do que as brasileiras e europeias. Em menos de 9 horas eu já estava lá.

Screen Shot 2013-03-08 at 4.56.08 PM

SINGAPORE AIRLINES

VOOS GRU>BCN ÀS SEGUNDAS, QUINTAS E SÁBADOS

SAI ÀS 16H45 E ATERRISSA NO DIA SEGUINTE ÀS 07H10

NA VOLTA ELE SAI ÀS 08H05 E CHEGA EM GRU ÀS 15H15, TAMBÉM ÀS SEGUNDAS, QUINTAS E SÁBADOS

#pulpdica: reserve o hotel a partir do dia de saída do Brasil para ter o quarto te esperando de manhã cedo.

Screen Shot 2013-03-08 at 4.57.17 PM

Comi uma paella de mariscos incrível no Xiringuito Escribà, perto do Port Olìmpic, de frente para o mar. Estava um dia lindo de sol, mas frio, então sentei perto da lareira e via os surfistas pegando onda. Pedimos um cava orgânico Llopart para acompanhar e foi dos sonhos!

XIRINGUITO ESCRIBÀ

AV. LITORAL 42 | 932-210-729

Screen Shot 2013-03-08 at 4.58.07 PM

Um bar de tapas muito bom é o Bar Cañete, no Raval. Se não conseguir reservar, chegue cedo que é bem provável que consiga comer antes do lugar ficar bem cheio. Os garçons são animadíssimos e a comida é excelente. A carta de vinhos é de chorar de tanta opção boa! Pedimos uma garrafa de Pago de los Capellanes tinto que recomendo de olhos fechados!

BAR CAÑETE

CARRER DE LA UNIÓ 17 | 932-703-458

Screen Shot 2013-03-08 at 4.58.53 PM

Um restaurante e wine bar super bacana é o Toto, no Eixample. Ele lembra um pouco os bares do Lower East Side de Nova York, mas tem um quê de diferente. Os coquetéis são deliciosos e vêm em taças gordas de vinho (que dizem que agora é a moda por lá servir assim). By the way, o drink do momento em Barcelona é o Gin & Tonic, preparado das mais diversas formas. O do Banker’s Bar, no hotel Mandarin Oriental é, na minha opinião, o melhor.

TOTO

CARRER VALÈNCIA 246 | 934-676-729

Screen Shot 2013-03-08 at 5.00.40 PM

Mas se você curte mesmo vinhos, a pedida é ir ao MonVínic, também no Eixample. É um lugar supermoderno, cheio de gente bonita. Não comi ali, pois estava a caminho do Toto, mas entrei e amei. Vou da próxima vez com certeza!

MONVÍNIC

CARRER DIPUTACIÒ 249 | 932-726-187

Screen Shot 2013-03-08 at 5.01.20 PM

Saindo um pouco do tema comida e entrando, levemente em compras, tem uma livraria só de livros de viagem que acho o máximo. Chama-se Altaïr e fica na Gran Vía, perto da Plaça de la Universitat. Eles também são uma editora que publicam revistas de destinos supercompletas. Vale a pena!

ALTAÏR

GRAN VÍA 616

Bem, voltemos aos bares e restaurantes ;-)

Screen Shot 2013-03-08 at 5.01.55 PM

Em outra noite fomos ao Mundial Bar. É um daqueles bares de tapas mais típicos, um pouco sujinhos e cheios de gente. Fica perto do Mercat del Born. Como só abre às 21h e chegamos ali um pouco antes e morrendo de fome, fomos a um bar bem na frente, que tem tapas asiáticos e um cardápio de cervejas artesanais. Não lembro o nome do lugar, até porque como estava de estômago vazio e tomei duas garrafas de cerveja catalã, saí meio bebum e esqueci de pegar o cartão (talvez não seja tão obsessivo por eles assim). Mas é na frente, não tem como não achar. Só que também não deixe de ir ao Mundial Bar, pois a comida é extasiante. Simples, cheia de fritura, mas divina! Mini polvos e mini lulas que quase chorei quando comi!

MUNDIAL BAR

PLAÇA SANT AUGUSTI VELL  1 BAIXOS | 933-199-056

Screen Shot 2013-03-08 at 5.02.46 PM

Screen Shot 2013-03-08 at 5.03.05 PM

 

 

 

 

 

 

 

Já para quem gosta de lugares mais sofisticados, cheio de gente bem vestida e decoração elegante, a pedida é o Boca Chica / Boca Grande, na charmosa Passatge de la Concepció, na parte alta do Passeig de Gràcia, quase esquina com a Avinguda Diagonal. A chiquérrima loja Santa Eulàlia fica na entrada na passagem. Do outro lado, pela entrada da Rambla Catalunya, fica o hotel Murmuri (que recomendo!). Tem também outros restaurantes bonitinhos, mas o que mais chama atenção é o Boca Chica / Boca Grande. Melhor ainda se for à noite, pois a iluminação é de babar! O lugar é uma mistura de bar de tapas, restaurante, raw bar (frutos do mar frescos), lounge, gentlemen’s club etc. Eu adorei (acho que por ser alguém sofisticado, bem vestido e elegante, ha ha ha)!

BOCA CHICA – BOCA GRANDE

PASSATGE DE LA CONCEPCIÓ 14 | 934-675-149

Screen Shot 2013-03-08 at 5.05.36 PM

Uma coisa que percebi é que está de moda em Barcelona as delicatessens, no melhor estilo Nova York. A Cornelia & Co é a mais bacaninha. Fica no Eixample e serve do café da manhã ao jantar. É também ideal para montar pique niques ou para quem alugou apartamento no AirBnB e precisa de coisinhas gostosas na geladeira. Linda, cheirosa e gostosa. Quer mais?

CORNELIA & CO

CALLE VALÈNCIA 225 | 932-723-956

Screen Shot 2013-03-08 at 5.06.40 PM

E para fechar com chave de ouro as dicas de Barcelona, tem o novo restaurante do premiado chef Gastón Acurio, do Astrid y Gaston, de Lima no Peru. O Tanta, em Lima, é um bistrô moderninho, que serve comidas deliciosas o dia todo. Em Barcelona ele é um restaurante cheio de estilo. Todos os funcionários são peruanos e sabem explicar direitinho a diferença entre anticucho, causa, ceviche, etc. Não preciso nem falar que tudo é delicioso e incrível. Melhor ainda se for com cava!

TANTA

CARRER CÒRSEGA 225 | 936-674-372

Bem, aproveite Barcelona e se descobrir coisas legais conte para a gente! Se for para Madri também, temos um guia chamado Europa de Cinema, com dicas da cidade. Já Paris tem um guia só para ela, o Paris para amar Paris. Boas viagens!

Onde comer em Estocolmo – Suécia

Screen shot 2013-01-28 at 5.14.26 PM

Um amigo está de viagem marcada para Estocolmo e me pediu dicas. Como já faz um tempinho que não vou para lá, pedi para uma amiga sueca que mora na cidade me mandar dicas e aqui estão:

Cafés/Bares

ORANGERIET > Norr Mälarstrand Kajplats 464

VETE-KATTEN (typical swedish café) > Kungsgatan 55

SATURNUS (cool cafe) > Eriksbergsgatan 6

Restaurantes

MISS VOON (asian) > Sturegatan 22
RICHE (variado e animado) > Birger Jarlsgatan 4

EAST (japonês) > Stureplan 13

TAVERNA BRILLO (variado, novo e hip) > Sturegatan 6

BEIRUT CAFÉ (libanês bacana) > Engelbrektsgatan 37

ÖSTERMALMS SALUHALL (old supernice food market) > Östermalmstorg

O melhor de Santiago do Chile

Aproveitei que tinha algumas milhas expirando e fui passar o fim de semana em Santiago, no Chile. Saí de Curitiba na sexta-feira, dia 14 de dezembro às 6 da manhã e ao meio-dia, hora do Chile, já estava lá! O voo de GRU para SCL é rapidinho, só 3h30. Fui de TAM, voo lotado, principalmente de passageiros conectando de Zurique com a Swiss e de Frankfurt com a Lufthansa. Mas o avião é o 777 ótimo, limpo e espaçoso. Serviram um lanche, que estava honesto. Pedi vinho tinto e serviram (fui de econômica).

Do aeroporto para o centro fui de van por 3 mil pesos. Me hospedei no The Aubrey, um hotel super charmoso na região boêmia da capital. É uma antiga mansão reformada e que atrai um povo bem viajado e cool. Deu tempo de deixar as malas no quarto, comer uma coisinha para não morrer de fome e pegar o metrô para visitar a Concha y Toro.

Screen Shot 2012-12-19 at 5.53.38 PM

Sim, dá para ir de metrô. A vinícola fica em Pirque, uma cidadezinha ao lado de Santiago. Só que a viagem leva cerca de 1 hora e quando se chega no ponto final da linha azul ainda é preciso pegar um táxi. O metrô custa 670 pesos e o táxi mais 6.000. É bom agendar a visita com antecedência pelo site.

Screen Shot 2012-12-19 at 5.54.00 PM

O tour é bacaninha, mas bem básico. Tem duas taças de vinho incluídas e ainda dão de presente uma taça com a marca deles. Eu reservei o tour especial, que tinha uma degustação extra no final. Foram 4 vinhos com 4 queijos e me deram uma tábua de madeira de presente. Gostei de ter conhecido, mas já visitei vinícolas mais interessantes. O bom é que fica perto. Na volta peguei um táxi que cobrou 20.000 pesos até Las Condes.

Queria conhecer o hotel W. Tomei um drink ótimo na sacada com vista para os arranha-céus da cidade. O drink se chamava ginger mangotini. Bem bom. Mas para comer, o restaurante Tiramisú, ali perto, na Isiodora Goyenechea 3141, é bem mais interessante!

Screen Shot 2012-12-19 at 5.55.39 PM

No sábado fiquei relaxando na piscina do hotel. Depois comi uma pizza maravilhosa pertinho do Aubrey, em uma pizzaria de móveis antigos chamada Peperone Cafe, na esquina da Chucre Manzur com a Antonia Lopez de Bello. Ao invés de molho de tomate, eles usam palta (abacate). Adorei e recomendo. Eles servem também uma vária lista de cervejas artesanais de todo o Chile.

Screen Shot 2012-12-19 at 5.53.09 PM

Visitei o Centro Cultural Gabriela Mistral (interessante) e depois fui para o Parque Bicentenário. Antes dei uma passada no Hotel NOI e nas lojas chiques da Nueva Costanera. É uma zona bem civilizada e rica de Santiago. Mas o objetivo era o Restaurante Mestizo, na beira do parque. Mais drinks e comidinhas. Serviram uma empanada de ceviche MUITO boa. Aconselho reservar antes de ir se for para o almoço ou jantar. Como fui no meio da tarde só para beber e picar, não reservei antes.

Screen Shot 2012-12-19 at 5.52.42 PM

No sábado à noite fui na Blondie, uma boate muito legal. A entrada é meio sinistra, mas era festa em homenagem ao Morrissey e estava incrível. São três pistas de dança, uma delas enorme. A única coisa ruim é que ainda fumam em ambientes fechados, então a roupa teve que vir dentro de sacos plásticos e estou tossindo até agora.

Screen Shot 2012-12-19 at 5.55.02 PM

Bem, resumo da viagem. Eu achava Santiago meio chata e sem personalidade. Ainda prefiro Buenos Aires mil vezes, mas confesso que passei a admirar o Chile ainda mais. O bom é que tudo é limpo, seguro e civilizado, ficando a milhões de quilômetros luz do Brasil.

Voltei no domingo. O voo decolou de SCL às 13h30 e às 18h já estava em GRU outra vez! Vapt-vupt!

A propósito, as fotos são cortesia de Tom Lisboa, que foi comigo!

New Fantasyland – A Disney se renova

Screen Shot 2012-12-07 at 1.46.16 PM

Esta semana a blogosfera está em polvorosa com todas as novidades vindas de Orlando. A Disney está abrindo novas atrações tanto no Magic Kingdom quanto no Epcot Center e vários jornalistas e blogueiros estão por lá cobrindo os eventos.

A Pulp tem postado algumas fotos no Instagram para dar um gostinho àqueles apaixonados pelo destino. Quer ficar por dentro? Siga-nos!

E se quiser ler os artigos que estão sendo publicados instantaneamente pelos blogueiros, vá atrás da hashtag #newfantasylandbrasil no twitter. Boas descobertas!

Miami tem? Sim, tem!

Screen Shot 2012-12-03 at 8.54.35 PM

Muita gente ainda vai para Miami apenas para comprar. Ok, ok, a cidade é realmente um lugar ótimo para as compras. Mas existe muita coisa incrível além dos shoppings e dos outlets que faz de Miami um destino único nos EUA.

O artista Romero Britto mora na cidade há muitos anos e escreveu para a Pulp um guia com suas dicas e pontos de vista para que a cidade deixe de ser um mero centro de compras e passe a ser um lugar onde as pessoas também têm contato com arte, gastronomia, diversão e belas paisagens.

O Guia Miami de Romero Britto tem de tudo, sabia?

Design District, Wynwood, Miami Beach, Fontainebleau Hotel, Bal Harbour, Aventura Mall, Little Havana, Downtown, Coral Gables, Village of Merrick Park, Hakkasan, Art Deco District, Brickell, Biscayne Boulevard, Collins Avenue, Key Biscayne, Lincoln Road, Osklen, Books&Books, Taschen, Nespresso, Britto Central, Wynwood Walls, CB2, Gigi, Crumb on Parchment, Bardot, Matsuri, Ortanique, Delando, baladas, bares, drinks, surfe, Martini Bar, Seminole Hard Rock Casino, cruzeiros, Art Basel Miami Beach, wakeboard, Bass Museum of Art, Premium Outlets, Sawgrass e muito, mas muitíssimo mais!

À venda em todas as boas livrarias do Brasil, no site da Livraria Cultura e na LikeStore da editora Pulp.

Um metrô global!

Já imaginou se houvesse linhas de metrô internacionais, que nos levassem de São Paulo a Istanbul, com uma troca em Marrakesh, ou de Tokyo a Sydney, pela linha verde? Com inspiração no mapa do metrô londrino, a Penguin lançou há muitos anos esse mapa bem instigante… if only… ;-)

Pulp na moda

Mais um trabalho da Pulp recém-saído do forno! É a revista labModa, veículo oficial da Semana de Moda de Curitiba. O conteúdo traz muitas matérias interessantes que fazem o link do local com o global, além de editoriais de moda e toda a programação do evento.

Na entrevista principal, o promoter Leo Tramotin, a arquiteta e cantora Aline Roman e a fundadora da revista IdeaFixa, Janara Lopes, trocam ideias sobre como construir uma carreira tendo a criatividade como propulsora de suas trajetórias profissionais.

Na matéria Grandes Sacadas, o leitor pode conhecer o trabalho do artista plástico João Machado, do cineasta Igor Bonatto e do chef inglês Luke Thomas, jovens talentos que estão construindo uma carreira brilhante em suas áreas de atuação. Já Tom Lisboa, João Francisco Lopes, Claudio Celestino Dimas e Isabel Caccia mostram como a arte pode interferir na paisagem urbana.

Uma volta pelos bairros de Shimokitazawa (Tóquio), Friedrichshain (Berlim), Fort Greene (NY), Belleville (Paris) e Poblenou (Barcelona) mostra de onde surgem as tendências. Tudo isso contado por quem entende bem desse assunto: Vicente Frare, claro!

Tem também o editorial Rock and Roll all Night Long, clicado pelo Nuno Papp e produzido pela Pati Sabatowitch.

Não deixe de acompanhar o evento, que começa no dia 22 e vai até 28 de outubro.

Para saber mais: curitibalabmoda.com.br

É hora do lanche!

Pode parecer mentira, mas adoro comida de avião. Sei que não são as melhores refeições do mundo, mas a 8 mil metros de altura, fechado em uma cabine pressurizada, poderia ser melhor? Sim, poderia. A diferença de qualidade entre uma bandeja da Emirates para outra da TAM é absurda!

Sei que companhias aéreas não dão muito dinheiro e que é preciso cortar custos. Imagine uma azeitona a menos em cada bandeja, vezes todas as refeições servidas durante um ano! São milhões de reais em economia. Mas algumas companhias vão longe demais no corte de custos e servem verdadeiras “gororobas”. A tal da história de servir massa em avião é furada, pois sempre vem algo grudento e com cara de coisa velha. Nos voos das companhias americanas a coisa é ainda pior. Uma vez, na American Airlines, serviram pizza que parecia borracha recém-extraída da seringueira.

A competição entre as companhias também está cada vez mais acirrada. As do Oriente Médio, como Turkish, Emirates, Qatar e Etihad são as que têm os melhores índices de “gostosura” na comida. Já a TAM, a Iberia e a TAP dá vontade de chorar. Pior ainda é que os comissários não são lá muito simpáticos. Mas, bem, cada um tem a companhia aérea que merece.

Ontem descobri um site chamado AirlineMeals.net. Um holandês começou, há 10 anos, tirando fotos de comidas nos voos das férias para mostrar para os pais. A história foi crescendo e hoje o site é uma enorme base de dados, com milhares de fotos de refeições de quase todas as companhias aéreas do mundo. E tem econômica, executiva e primeira classe.

Vale a pena dar uma olhadinha, ainda mais se você está em dúvida se viaja com uma ou com outra.

A propósito, um dia eu conto como era o serviço na antiga primeira classe da Emirates, quando eu trabalhava de comissário para eles e ficava até 3 horas preparando carrinhos de saladas, sopas, caviar, sobremesas e outras delícias! Boas viagens e bon appétit!

foto de uma refeição de primeira classe da Emirates, tirada do site AirlineMeals.net

“refeição” econômica da AeroCaribe, também do site AirlineMeals.net

Ainda dá tempo de esquiar na Argentina e no Chile!

Quem gosta de esquiar não deve se esquecer que a neve nos Andes não acaba junto com as férias escolares. Pelo contrário, neva mais em Agosto e Setembro do que em Julho. Aproveite que as estações estão mais vazias e os preços mais baixos para fazer snowboard em Las Leñas, Bariloche, Chapelco, Ushuaia, Valle Nevado etc. Veja o que achamos de Las Leñas:


Uma semana na Córsega

No meio do Mediterrâneo

Nos meses de verão, o Mediterrâneo vira uma festa. Da Espanha ao Líbano, as praias enchem de gente, de barcos, de baladas e, principalmente, de turistas. Na Espanha, França e Itália, por exemplo, faz parte da cultura o mês de férias de verão, não apenas nas escolas, mas de funcionários em geral. A impressão é que as grandes cidades literalmente fecham para as férias.

Fui aproveitar um pouco do calor e da animação para conhecer a Córsega. Resolvi não me encher de informação e deixar a ilha me surpreender, afinal, o itinerário da viagem já estava estabelecido e como ficaria a semana toda em um barco, não foi preciso me preocupar em buscar hotéis e restaurantes. Para a minha surpresa, assim que cheguei em Paris, a capa da revista Geo era a Córsega, e pude ler um pouco sobre o que está se passando na ilha hoje em dia (turismo rural, gastronomia orgânica, preservação da natureza etc).

Capa da revista GEO de julho 2012

Também estava seguro de que iria conhecer lugares lindos, pois para cada amigo francês que eu contava que estava de viagem marcada para a île de la beauté (ilha da beleza), escutava “oh lá lá, superbe, magnifique, quelle envie!”.

A ilha faz parte da França, mas tem uma cultura própria. O idioma é um misto de italiano, francês, catalão e dialetos genoveses, napolitanos e sardos. Mas bien sûr que o francês é a língua oficial e a que todo mundo fala e entende. Muita gente que saiu de lá nos anos 1980 e 1990 está voltando para abrir pequenos hotéis de charme ou produzir vinhos, queijos e salames. Imagine que houve uma época em que grupos terroristas queriam a independência da França e colocavam até bombas em Paris. Mas passou… eu acho.

Tábua de especialidades locais. É de comer rezando, de tão bom! Com um vinho rosé bem gelado, melhor ainda!

A primeira surpresa foi BONIFÁCIO, no extremo sul. Dali, dá para ver a costa da Sardenha. A cidade fica escondida detrás de uma falésia de areia. Quando a gente chega, só vê algumas casinhas penduradas em cima da falésia. Mas, ao passar por um estreito, entra-se no porto e se vê as muralhas da cidade antiga. É lindo! Para subir até o centrinho antigo, tem um trenzinho, que é super para turistas, mas salva uma caminhada morro acima.

Vista impressionante da chegada a Bonifácio pelo mar

A vista do pôr do sol é inacreditável. A cidade para pára ver. Vários restaurantes e cafés ficam literalmente suspensos sobre a imensidão azul. Eles servem especialidades locais como vinho, salames e queijos, que são divinos e estão conquistando os grandes restaurantes de Paris por causa da qualidade.

Viu o que eu disse? A sacada é de um restaurante e fica flutuando sobre o mar azul, lá em baixo! Quem sofre de vertigem deve evitar ;-)

Ali pertinho fica a Reserva Natural das Bocas de Bonifácio, uma praia de areia branca e água rasa, que é a versão chique do Piscinão de Ramos.

Versão francesa do Piscinão de Ramos, na Reserva Natural de Bouches de Bonfiacio

De Bonifácio fui até AJACCIO, a capital e cidade natal de Napoleão Bonaparte. É uma cidade maior, mais parecida com Gênova ou Nice. Há boas lojas e o porto é bem animado. De manhã, fui correr pela orla e vi mais praias de areia branca, coisa rara no Mediterrâneo.

Entre Ajaccio e Calvi, no norte da ilha, há o Parque Natural de SCANDOLA, que é um dos lugares mais lindos que já visitei. As montanhas vermelhas caem direto no mar azul e formam um paredão. No topo de cada uma, dá para ver fortificações medievais que serviam para proteger a ilha. O bom é que não tem quase ninguém por ali, então dá para brincar de Robinson Crusoé, em praias desertas. Só não dá para entrar parque adentro, pois a região é protegida. E vai que tem algum javali perdido por ali!

La Scandola é um escândalo!

Que estreito!

Grutas, cavernas, montanhas, água azul, eu!

CALVI foi outra surpresa. Adoro essas cidades europeias medievais, com muralhas e fortificações. Passeei pelo centrinho, mas logo voltarmos para o barco, para fazer a viagem de volta à costa azul, que dura cerca de 12 horas.

Calvi, c’est très beau!

Há voos diários e frequentes de Paris para várias cidades da ilha. Sugiro alugar um carro para poder explorar tanto a costa quanto o interior. É bem fácil também de alugar um barco inflável nos portos, para poder explorar as praias e grutas. Na alta temporada o fluxo de turistas, principalmente franceses, é enorme. Por isso iria na primavera, ou quando a França volta a trabalhar, em Setembro.

Check-in no mundo da imaginação

A Livraria da Vila lançou um aplicativo muito bacana chamado Imaginaria, que funciona como uma espécie de Foursquare da ficção. É isso mesmo, você pode fazer check-in em lugares que só existem na literatura, como o Lago de Hogwarts (de Harry Potter) ou em Lilliput (das Viagens de Guliver).

Além da brincadeira, que pode ser compartilhada nas redes sociais, a participação no app pode ser convertida em descontos para compra nas lojas físicas.

O download é gratuito AppStore A criação é da agência JWT.

Viagens via Instagram

Sou mais um dos milhões de fãs do aplicativo Instagram. Tenho instalado no meu iPhone e no meu iPad, mas também veja as fotos no computador de mesa, através do site Statigram. A febre instagrâmica é geral e com razão, afinal, todo mundo ali parece cool, feliz e sempre em lugares maravilhosos. Li em um post no Facebook estes dias que alguém gostaria de se mudar para o Instagram e passar o resto da vida ali, já que é um mundo quase perfeito.

Eu, que sou apaixonado por fotografia e viagens, aproveito o aplicativo para seguir gente que vivem em cidades que amo e que tiram boas fotos. Dois dos meus favoritos são a pketron, de Nova York e o VuTheara, de Paris. Os dois tiram fotos incríveis e vale a pena seguir. A Pulp também posta lá, no @pulpedicoes e eu no @vfrare. Mas geralmente posto apenas quando estou viajando, para manter a lenda do mundo perfeito! ;-)

Quando estou com vontade de estar em outro lugar, entro no aplicativo e fico procurando hashtags, como #beirut, #tokyo, #dubai etc… Aos poucos, vou descobrindo gente incrível!

Boas viagens instagrâmicas!

Seguem alguns snapshots do francês:

A fantástica cozinha de Adrià

Ferran “Simpson” Adrià

 

Quem for a Barcelona até fevereiro de 2013 não pode deixar de conferir a exposição “Ferran Adrià i elBulli. Risc, llibertat i creativitat”, no El Palau Robert.

Considerado pela revista Time um dos 10 personagens mais inovadores de todos os tempo, o catalão Ferran Adrià fechou, em julho do ano passado, as portas do estreladíssimo elBulli para dedicar-se a criação da elBullifoundation. Segundo Adrià, seu restaurante  ficará fechado de 2012 até 2014 e, quando reabrir, passará a funcionar em novo formato, com foco em inovação e pesquisa de novas tendências da alta gastronomia. A ideia é que seja um centro de criatividade multidisciplinar onde a cozinha se relacionará com arte, ciência, ecologia e arquitetura.

Por enquanto, quem quiser se deliciar com as invenções de Adrià e entender porque ele se tornou referência mundial, pode conferir a mostra, que além apresentar vários itens da sua cozinha, traz vídeos, maquetes, documentos, fotografias e mais uma série de registros que mostram o seu processo criativo.

Para equilibrar bem o tamanho dos ingredientes no prato e criar boa uma apresentação de cada receita, o chef usa massinha de modelar para testar.

Na exposição, o visitante pode sentar-se em uma mesa com imagens projetadas no tampo para experimentar a sensação de comer no elBulli

 

Outra opção (bem mais acessível) para conhecer a cozinha de Adrià é o Tickets Bar. Mas não esqueça de fazer reserva!

Ferran Adrià i elBulli. Risc, llibertat i creativitat

Onde: El Palau Robert – Pso. Gràcia, 107, Barcelona

Quando: até 13 de fevereiro de 2013

Hotéis muito #phynos

Hoje é a inauguração do Hotel Bulgari em Londres. A famosa joalheria empresta seu nome, que é sinônimo de luxo e elegância, para mais um empreendimento hoteleiro. Há outros dois, um em Milão e outro em Bali.

O hotel conta com 85 apartamentos, sendo 7 suítes e fica a poucos quarteirões da Harrods e do Royal Albert Hall, em Knightsbridge. Para quem não está disposto a gastar o equivalente a um anel de brilhantes com a hospedagem, uma passada no Il Bar já serve de inspiração na viagem.

Para os fãs de hotéis ligados a grandes nomes da moda, a lista fica cada vez mais interessante. Christian Lacroix assinou a decoração do novo Sofitel So, em Bangkok. Não vai tão longe assim? Em Paris ele foi responsável pela decoração do Le Petit Moulin, no Marais, e do Bellechasse, em Saint Germain des Prés.

Salvatore Ferragamo, dos maravilhosos sapatos, criou dois hotéis na Itália, um em Florença e outro em Roma, que fazem parte da rede Lungarno. E Giorgio Armani impressiona com o hotel no Burj Khalifa de Dubai e outro, recém-inaugurado, em Milão. Delícia viajar assim, né?

Milão, destino descolado na Itália

Hoje nos pediram dicas de Milão na nossa página do Facebook e aqui vão algumas, baseadas no M&Guia Selected, um dos primeiros livros de viagem da Pulp, escrito por Erika dos Mares Guia.

 

 

 

 

 

HOTÉIS

Il Resentin: São apenas 4 apartamentos em um restaurante muito charmoso. Pode até se dizer que é um restaurante com alguns quartos.

Nhow Hotel: Para criativos e amantes de design, favorito de Karim Rashid.

Bulgari Hotel: luxo discreto e elegante.

Armani Hotel: o hotel mais badalado do norte da Itália.

E a #pulpdica de hotéis é a seguinte: mesmo que você não se hospede nos bãm-bãm-bãs, vá ao menos tomar um drinque nos bares deles, para sentir a atmosfera e respirar o ar perfumado e cheiroso ;-)

RESTAURANTES

• Da Giacomo: ristorante, bistrô, pasticceria e tabacaria “all in one”. É de dar água na boca a qualquer hora do dia.

• Dal Bolognese: amantes de antipasti fresquíssimos não podem deixar de comer nele.

• Chatulle: ambiente clean e modernoso. Ideal para ver famosos durante as semanas de moda.

• Chandelier: quer entrar no cenário de um filme de Fellini?

• Obikà: este é o templo do mozzarella!

COMPRAS

10 Corso Como: a rainha mãe das concept stores europeias.

Gio Moretti: multimarcas com uma curadoria perfeita de roupas e acessórios. Tem também uma sessão linda de livros de arte, fotografia e design.

Valextra: para acessórios de couro à milanesa ;-)

Eataly: paraíso dos gourmands com produtos italianos direto das fazendas. Fez tanto sucesso que abriram filial em Nova York. A de Milão fica dentro da loja de departamentos Coin.

INSPIRAÇÃO

Antes da viagem, assista a “Io Sono L’Amore”, com Tilda Swinton.

 

 

A Pulp atrás das melhores dicas para a sua viagem!

Hoje, ao invés de palavras, resolvemos postar nosso novo vídeo, para mostrar o “árduo” trabalho que temos em dar voltas ao mundo atrás das dicas mais bacanas para nossos guias. Quem viaja com um guia da Pulp, sabe que vai conhecer mais do que destinos. Vai vivenciar os lugares, experimentar sensações e compreender um pouquinho mais sobre as cidades. Bem-vindos ao mundo da Pulp!

Interview Curitiba

Já está circulando na cidade a Inteview, da Editora Abril. A edição marca uma nova fase da publicação, que foi lançada em 2011 – fez uma longa pausa – e agora volta com novo projeto editorial/gráfico. A responsável pela mudança é Rafaella Sabatowich, editora-chefe da revista. Foi ela quem convidou a Pulp para ter uma coluna de viagens, que estreia este mês com a matéria especial Shop Lovers: dicas de compras quentíssimas em Miami, NY e Buenos Aires. Vale a pena conferir!

Brasil é o “must-have” da Macy’s

A mais famosa loja de departamento dos Estados Unidos rendeu-se ao Brasil. Na última terça, dia 15, a Macy’s lançou oficialmente a campanha “Brasil: A Magical Journey” – Brasil com S mesmo – com uma superfesta em Nova York. Carlos Saldanha, Raica Oliveira, Pedro Andrade e Fiuk foram alguns dos brasileiros que circularam pelo evento, além de Romero Britto, autor do nosso recém-lançado Guia Miami.

O artista, aliás, fez questão de passear pelo red carpet levando uma de suas malas que fazem parte da coleção de produtos da campanha à venda nas lojas. Com show de Sergio Mendes e Bebel Gilberto, o evento foi um mix de moda, culinária, música, dança e artes. O agito chamou atenção e mostrou, mais uma vez, que o Brasil é pop e tá na moda! Para sentir o clima da festa, veja aqui um vídeo do lançamento na fanpage da Macy’s.

A campanha
“Brasil: A Magical Journey” é uma iniciativa única da Macy’s, com apoio da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), para a promoção de marcas e produtos brasileiros nas 800 lojas da rede espalhadas pelos EUA.

São 18 empresas daqui que exportaram com exclusividade para as lojas e o site da Macy’s produtos como roupas, acessórios, itens para casa e muito mais. A seleção de marcas e criadores inclui, além de Romero, o estilista Francisco Costa (da Calvin Klein Collection), Dudu Bertholini e Rita Comparato (da Neon), Isabela Capeto, o designer Macelo Rosenbaum, entre outros. Em todas as lojas, um big stand da campanha expõe os produtos, tudo supercolorido, moderno e bacana, para mostrar justamente esse Brasil criativo que está com tudo e a gente adora, é claro! Quem conhece o nosso Guia Brasil sabe bem. E quem ainda não conhece, confere lá a nossa seleção do que o Brasil tem de melhor hoje.

Brasil na Macy's

Brasil na Macy's

Sanduíche-íche

hum… esse é do ‘Ino, em NY

Você sabia que o sanduíche nasceu durante um simples jogo de cartas no século XVIII? Diz a lenda que John Edward Montagu gostava tanto de jogar cartas que pediu ao seu servo que lhe trouxesse umas fatias de carne dentro de duas fatias de pão, para que pudesse comer enquanto jogava.

A comida ficou tão popular que essa semana até ganhou festa de aniversário (250 aninhos!) na cidade de Sandwich, no Reino Unido. O evento teve música ao vivo típica da época, feiras gastronómicas, concursos e encenações do momento em que o conde inventou o famoso “snack”.

Algumas sugestões de sanduíches deliciosos por aí e por aqui:

· várias opções do Pret a Manger – Inglaterra / EUA / Hong Kong;

· o Club sandwich do restaurante Guy Savoy, no Ceasars Palace, em Las Vegas;

· o Sweet Coppa com pimentas e rúcula do ‘Ino, em Nova York;

· o Hamburguer do Seu Oswaldo, em São Paulo;

· o Cheesburguer Clássico do Madero, em Curitiba.

Tbilisi fica na Geórgia. Mas onde fica a Geórgia?

Passei a primeira semana de maio na Geórgia. Visitei a capital, Tbilisi e o balneário de Batumi, no Mar Negro. Antes de viagem, as pessoas me perguntavam para onde eu estava indo. Ao responder Geórgia, muitas não tinham ideia do que eu estava falando e outras achavam que a viagem era para Atlanta, nos EUA. Claro que a Geórgia não está no roteiro mais comum dos turistas brasileiros, mas como sou curioso, fui até lá conferir. Há algum tempo que estava intrigado com este pequeno país. Ao contrário de lugares como a Sérvia, Azerbaijão, Kosovo e Armênia, eu sempre lia coisas boas a respeito de lá.

No ano passado comprei um livro de fotos lindo feito pela agência Magnum. O presidente do país, Mikhail Saakashvili, o mais jovem líder europeu, encomendou o livro como forma de divulgação da Geórgia. Vários fotógrafos renomados puderam percorrer livremente o território e fazer as fotos que quisessem. Isso mostrou a abertura do lugar e me deixou com vontade de conhecer.

Por coincidência, na mesma época eu vagava por uma livraria quando me deparei com um livro da Cosac Naify do John Steinbeck com fotos do Robert Capa chamado Um Diário Russo. Em um dos capítulos eles descrevem a experiência que tiveram por lá em 1947 e fiquei fascinado com a história, principalmente com a descrição da chegada deles em Batumi, na beira do Mar Negro.

Depois passei a ver notícias dos projetos arquitetônicos do italiano Michelle de Lucchi, que foi contratado para criar ministérios, pontes e outros monumentos modernos a fim de colocar a Geórgia no mapa internacional dos lugares bacanas.

Mas nada melhor do ir checar in loco o que está acontecendo. Fui com a Turkish Airlines, via Istanbul. Do aeroporto de Atatürk até Tbilisi é apenas 1h30 de voo. Não é preciso de visto de entrada nem de vacina e tudo é muito fácil na chegada. Meu amigo Delyan Manchev, que mora em Sófia, na Bulgária, foi comigo. Nos hospedamos na British House, um hotel-guesthouse bem interessante, pois é administrado por uma família local. Então, querendo ou não, dá para fazer contato com as pessoas dali. São todos muito simpáticos e quase sempre falam inglês e russo, além do georgiano. A propósito, a língua deles é bem diferente e o alfabeto então, mais diferente ainda. Nada a ver com o nosso latino, nem mesmo com o cirílico. Olhando as placas e outdoors, mais parece uma língua da Índia ou do Myamar.

Dois dias em Tbilisi foram suficientes para conhecer a cidade antiga, a nova catedral da Santa Trindade, o Palácio Presidencial, a Ponte da Paz a Avenida Rustaveli e a Praça da Europa. A cidade é supercompacta e há várias opções de restaurantes e bares. A impressão que se tem é que a maior parte da população é jovem. De Tbilisi, vamos com a Georgian Airways para Batumi em 40 minutos de voo. É o único voo doméstico do país. No trajeto, muitas montanhas nevadas, que vão acompanhando o avião até a descida na beira do Mar Negro. De carro ou trem a viagem levaria umas 7 horas. Por falta de tempo optamos pelo avião.

Batumi é uma mistura de resort com balneário. Há vários cassinos, prédios ultramodernos e outros com gosto bastante duvidoso. As praias são feias, cheias de pedregulhos, mas a água é limpa (e gelada). Não tem muita coisa para fazer por lá e, como estávamos fora da temporada de verão, havia pouca gente nas ruas. Comi em um restaurante ucraniano, o Ukrainochka, um prato chamado de “herring com casaco de pele”, uma salada de herring, maionese, batatas e beterraba. Uma delícia. Comi também vários katchapuri, uma pizza local, com queijo e ovo. A Geórgia produz muitos vinhos interessantes e tem queijos bons, principalmente o Sulgumi. Quase todos os restaurantes têm cardápios em inglês e, apesar do serviço ainda não ser lá muito amigável, é eficiente.

O que deu para notar é que há um grande esforço de todos os georgianos de fazer com que o país seja bem visto pelos turistas. A Geórgia é alinhada com o Ocidente, quer fazer parte da OTAN, está brigada com a Rússia e, nos últimos 10 anos, conseguiu conquistar uma grande estabilidade. A maioria dos ministros e governantes é bem jovem e idealista e o governo pensa para frente, atraindo investimentos externos e sendo bastante “business friendly”.

Adorei ter conhecido este minúsculo país, mas a melhor parte da viagem foi a escala de um dia em Istanbul, que é uma das minhas cidades favoritas!

Eu em frente à Igreja da Santíssima Trindade

A cidade antiga de Tbilisi

O Parlamento local

Dubai? Não, a ponte do arquiteto de Lucchi

placas em russo e georgiano nos muros de Tbilisi

mais um prédio moderno

boas vindas a Batumi com crianças e doces locais (iguais aos doces turcos)

Batumi colorida e insólita

culinária ucraniana

Dubai? Não, Batumi.

O Mar Negro é azul

Duas exposições imperdíveis em Paris

Quem estiver de passagem marcada para Paris não pode deixar de visitar duas exposições magníficas na Cidade Luz. Uma delas é sobre o cineasta Tim Burton. A expo foi concebida para o MoMA de Nova York e agora está em um tour mundial. Fica na Cinemathèque Française até o dia 5 de agosto.

A outra faz parte de uma série de exposições com mestres da escultura contemporânea chamada Monumenta. Agora é a vez de Daniel Buren mostrar seu talento no Grand Palais. Um show a parte até o dia 21 de junho.

#pulpdica: reserve os ingressos para ambas as exposições com antecedência no site da FNAC francesa.

Em Giverny, fique mais um pouco

Giverny é essa microcidade, a menos de 80 km de Paris, que abriga um dos jardins mais famosos do mundo. De lá que o pintor francês Claude Monet criou algumas de suas mais famosas obras impressionistas. Quem percorre os caminhozinhos do jardim tem realmente a impressão de estar dentro de uma de suas pinturas. A ponte japonesa escondida no meio de cerejeiras, o lago recheado de ninfeias (aquelas plantas aquáticas) e as centenas de flores que formam uma paleta de cores de encher os olhos. Tudo remete à arte impressionista.

A visita à Fundação Monet já faz parte do roteiro de muitas pessoas que vão a Paris. Diversas empresas fazem “Day Trips” até lá ou ainda, quem quiser, pode pegar um trem e em menos de 50 minutos está em Vernon, de onde sai o ônibus para Giverny. Tudo super acessível e fácil de encontrar. Mas aqui vai a dica do dia: se você quer realmente viver uma experiência incrível nesse pequeno pedaço da Normandia, estenda o seu roteiro e fique uns dias por lá.

Giverny

Ainda que muito pequena, a cidade tem várias pousadas, no melhor estilo “Bed and Breakfast”. No “La Pluie de Roses”, uma dessas hospedarias, um charmoso e simpático casal de franceses vai te receber de forma deliciosa. A casa, por si só, já oferece um cenário único, com fotos, livros, quadros e antiguidades por todos os lados. Elizabeth, uma atriz e cantora de ópera, e Philippe, um ex-baterista e produtor musical, são atenciosos, cuidadosos e bons de papo. Elizabeth dá docinho para as crianças (que são bem-vindas por lá, by the way) e Philippe acende a lareira no final da tarde para servir um vinho no jardim de inverno. Assim tá bom, né?

Giverny-1

A cidade tem mais a oferecer do que a Fundação Monet. Restaurantes, antiquários, trilhas…. E bem pertinho, mais ainda. Em Gasny, a literalmente 10 minutos de Giverny, tem um restaurante gourmet premiado, o “L’Auberge Du Prieure Normand”, com excelentes opções para saborear a gastronomia francesa. E ainda quem estiver de carro, pode conhecer mais dessa região, visitando os castelos históricos ali por perto, como o Chateau Gaillard, em Les Andelys, do século 12, construído pelo Ricardo Coração de Leão. Tudo é perto e fácil de se localizar.

Fundação Monet
Aberta diariamente de 1º. de abril a 1º. de novembro.
www.fondation-monet.fr

Le Pluie de Roses
Pousada localizada bem próxima à Fundação Monet, em Giverny.
A reserva é feita diretamente com eles, por email. Não aceita cartão de crédito.
Child-friendly. Se necessário, disponibilizam berço.
www.givernylapluiederoses.fr

L’Auberge Du Prieure Normand
Em Gasny, a 10 km de Giverny. É preciso reservar. Tem “menu enfant”.
http://aubergeduprieurenormand.com

Para saber mais sobre a região, acesse www.giverny.org.

Para comer bem no Rio de Janeiro

Adoramos o Rio e sempre que podemos, damos uma escapada para passar o fim de semana no Leblon e Ipanema. Ontem, recebemos a Revista da Florense (edição 33), que tem uma matéria muito bacana sobre as chefs descoladas do Rio. Dividimos aqui com você as dicas para a sua próxima viagem. Vale lembrar que nosso Guia Brasil também está cheio de dicas ótimas do Rio.

Miam Miam e Oui Oui, da chef Roberta Cisca. O Miam Miam a gente já conhece. Fica em Botafogo, pertinho do Shopping Rio Sul. A comida é uma delícia e o ambiente superdescolado.

O Venga é bem pequeno, mas sempre é um agito. O movimento dos garçons, a decoração bem cuidada e o bochicho das pessoas conversando, comendo ou esperando mesa torna tudo muito bom. Daí, quando chegam os tapas, você quase morre de tão deliciosos que são. Parabéns para a chef Ciça Roxo.

Um endereço bastante conhecido em Ipanema é o Zazá Bistrô. Quem ainda não foi está perdendo um dos melhores cardápios do Brasil. ;-) Tudo é saboroso, bem preparado e bem servido. Tem gente que fica horas sentado ali na frente, nas árvores e bancos da calçada esperando uma mesa (sugiro reservar, via internet). A revista Condé Nast Traveller incluiu o restaurante da chef Zazá Piereck entre os 100 mais agradáveis do mundo, ou seja, viu o que você está perdendo? ;-)

Ainda não conheço o Zuka, da chef Ludmilla Soeiro, mas só em ler o artigo fiquei com água na boca. Há sete anos a carioca comanda o local, que serve atum semi cru com tagliatelli de pupunha e molho teryaki. Vou marcar minha passagem já!

Vou aproveitar a passagem para conhecer o Coccinelle Bistrô, esta novidade no centro da cidade, próximo ao Arco do Telles. Imagine uma japonesa nascida em Tokyo, ex-modelo e hiperviajada. Ela casa com um francês de nome exótico e juntos vêm morar no Brasil. Bem, é a história da Maya de Roquemaurel, que comanda a cozinha francesa do bistrô de alma japonesa.

Ou seja, o Rio de Janeiro continua lindo!