diversificação alimentar

alimentar01

Um filão interessante encontrado por algumas empresas alimentícias, que tem se mostrado à prova da crise, é o de alimentos produzidos seguindo preceitos religiosos. Os três principais “gêneros” são o halal (para muçulmanos), o kosher (para judeus) e o vegetariano (para hindus). Na Europa, as empresas pagam cerca de 3 mil euros por ano para obter a certificação de que seus produtos são fabricados seguindo as regras religiosas e assim podem exportar para o mundo inteiro. A Sadia-Perdigão, por exemplo, é  uma das maiores exportadoras de frango para o Oriente Médio. Todas as suas embalagens nos supermercados de Dubai contêm os selos de garantia halal. A cada ano, os certificadores vêm visitar os abatedouros da empresa para ver se os níveis de qualidade estão sendo mantidos. Os supermercados da rede Pão de Açúcar no bairro dos Jardins, em São Paulo, têm uma área dedicada aos alimentos kosher.

As empresas que ganham a confiança deste público passam a ter consumidores fiéis e conseguem exportar facilmente para regiões onde a crise é mais amena.

Outro mercado interessante é o dos bancos, que oferecem produtos financeiros específicos para os muçulmanos, chamados de “sharia compliant”. Ou seja, cumprem as leis da sharia em relação a juros e interesses bancários. Abre-se um novo mundo para quem sabe atender a estas peculiaridades.

alimentar02

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s