colhendo os próprios frutos

villageharvest

Seguindo a linha do food swapping (troca de comida, em inglês), a colheita voluntária é uma das tendências que a crise econômica deflagrou no mundo. Com o preço nos supermercados lá em cima, a opção em países com clima propício é, mais que plantar, colher. Jardins particulares e espaços públicos estão sendo tomados por ativistas que lutam contra o desperdício de comida e buscam uma maneira alternativa de obter alimentos saudáveis a baixo custo.

Em São Francisco, nos EUA, o United Food Bank tem voluntários colhendo frutas dos jardins de proprietários que concordem em doar; a North Berkeley Harvest atua da mesma forma e dá o que recolhe a ONGs; a Village Harvest, no Silicon Valley, tem um banco de dados com mais de 1000 donos de casa doadores e o grupo Fallen Fruit, de Los Angeles, bate de porta em porta perguntando se pode entrar e colher as frutas do jardim. Além disso, os californianos oferecem tours para mostrar como é fácil e importante participar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s