Deu preto na moda

Isabeli Fontana para Forum

Isabeli Fontana para Forum

O baixo astral da crise chegou nas passarelas. Ontem, assistindo à cobertura do GNT no SPFW, percebi que os efeitos colaterais da crise já influenciaram a criatividade dos nossos estilistas.

Tufi Duek apresentou peças lindas (que infelizmente só vestem bem quem tem mais de 1,80 de altura), todas pretas, feitas para uma mulher meio selvagem, mistura de amazonas com heroínas futuristas de histórias em quadrinhos.

O multicolorido Lino Villaventura fez o que nunca tinha feito antes: uma coleção inteira preta. No final, uma surpresa. As roupas eram dupla face, com um pouco de cor do lado avesso. Ele muda o estilo mas não perde a identidade. Adorei.

Adorei esse vestido do Lino Villaventura

Adorei esse vestido do Lino Villaventura

Isabela Capeto, com um conceito meio esquisito de “balneário viking”, também apostou no black. Gostei bastante, adoraria ter várias daquelas peças no meu guarda-roupa.

Isabela Capeto

Isabela Capeto

Alexandre Herchovitch colocou um pouco mais de cor na passarela, mas o caos urbano guiou suas criações. Uma mistura de tudo ao mesmo tempo agora. Confuso e bonito.

Alexandre Herchovitch

Alexandre Herchovitch

Poesia, arte e delicadeza ficaram por conta de Ronaldo Fraga. Ele sempre surpreende. Faz moda com decência, consciência, atitude e opinião. Segue tendências sim. Mas não uma tendência perecível, efêmera, que se traduz em cortes ou cores. Ele segue as macro tendências, trabalha com comportamento. Ontem ele só colocou velhinhos e crianças na passarela. Quebrou paradigmas sem chocar ninguém, sem agredir, sem criar polêmica. Seu desfile foi encantador.

Velhinha do Ronaldo Fraga

Velhinha do Ronaldo Fraga

Sobre o Marcelo Sommer (Do Estilista) nem vou falar. Achei feio, feio, feio. Pelo menos trocou o preto pelo azul…

F.

É muito feio, né?

É muito feio, né?

Anúncios

2 comentários em “Deu preto na moda

  1. :) Opinião particular ,não curto muito a cor preta,gosto de tons escuros mais acho o preto uma tonalidade forçada fechada demais,gostei das surpresas que cada estilista inluiu em suas coleções.Sobre o Marcelo Sommer a tonalidade azul e muito rica,não chegaria a intitular sua criação de feia mais sim mal planejada,a idéia do azul com modelagem leve em tecido maleável foi legal mais sua estampa confusa e criação reta requer maiores cuidados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s