Descobertas de final de semana

Para enfrentar um final de semana tipicamente curitibano, nada melhor do que uma programação cultural intensa. Quando vi que iria fazer frio e choveria, apesar de já estarmos em outubro, fui ao teatro. Na sexta-feira assisti a Esperando Godot, no Guairinha. A peça escrita pelo irlandês Samuel Beckett em francês nos anos 40 é uma das mais encenadas no mundo. Teatro do absurdo. Duas pessoas passam dois dias esperado Godot chegar. Bem, se a peça tivesse levado 40 minutos, teria sido ideal. Foram duas horas de tortura. Não gostei. Mas é uma daquelas coisas que “one must see” na vida, tipo ler Tolstoi ou Hemingway e ver um filme de Truffaut ou Godard. Mas os atores eram bons e no final da peça abrem-se as cortinas para nos depararmos em cima do palco do teatro. A entrada foi pelas coxias, a saída pela arquibancada e porta principal. Tive um acessso de riso na saída que valeu ter ido ver a peça.

No sábado fui à exposição d’ OSGEMEOS no Museu Oscar Niemeyer. Dei um rolê pelo museu antes de atacar a mostra. Gosto de caminhar por aquele corredor iluminado e subir até o olho. Acho o museu um pouco mal cuidado e pessimamente aproveitado. De todos os modos, é o que temos e sempre tem algo para ver. A exposição dos irmãos é muito bacana, colorida e interativa. Foi preparada exclusivamente para o MON. Tirei muitas fotos e fiz um video de apresentação do museu, que logo estará no ar na pulpTV.

No meio da tarde ainda chovia e fui ao cinema ver As Duas Faces da Lei (The Righteous Kill) com Al Pacino e Robert de Niro. Gostei. Um daqueles thrillers policiais da NYPD com uma história envolvente. Recomendo apenas para aqueles que já foram assisistir ao Ensaio sobre a Cegueira, já que este é imperdível. Na verdade iria vê-lo uma segunda vez antes de qualquer outro em cartaz.

Como se não bastasse, já comprei duas latas de leite em pó (é o ingresso) para ir ao Teatro Novelas Curitibanas. Vou ver Delicadas Embalagens. Gosto do teatro pois as cadeiras ficam ao redor do palco. Há uma interação legal entre a platéia e os atores. Se por acaso eu não gostar amanhã eu entro aqui e conto para você.


Acredito piamente que quanto mais pessoas forem aos teatros, quanto mais críticos forem e quanto mais movimento gerarem, melhor será a qualidade tanto das salas quanto das peças. Ao invés de ficarem reclamando que em Curitiba não tem nada para fazer, basta sair de casa para fazer algo diferente. O que não falta são opções. E olha que isto está saindo das mãos de alguém que um dia jurou que nunca mais moraria nesta cidade pois aqui nada acontecia.

Boa semana para todos.

Vicente

Anúncios

2 comentários em “Descobertas de final de semana

  1. Vicente,

    Que final de semana movimentado o teu.
    Fui ver “As duas faces da lei”, esperava mais…dois grandes atores em cena num roteiro previsível, eu gosto mesmo quando o roteiro me engana e neste caso matei a charada de cara, aí ficou sem graça.
    Cara, vc tem razão quanto a teatro, eu gosto mas tenho preguiça, aí fico em casa reclamando que não tem nada pra fazer.
    Boa semana. Perin

  2. Vicente, segui teu conselho e fui assistir Ensaio sobre a Cegueira no último final de semana. O filme é ótimo e acredito que os parisienses tenham gostado bastante, pois teve gente que aplaudiu no final da sessão (aliás, eu acho estranho esse negócio de aplaudir filme no final, não?).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s